SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 número4Perfil fonológico e lexical: interrelação com fatores ambientaisPerfil do desenvolvimento da linguagem de crianças no município de Belém, segundo o Teste de Triagem de Denver II índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista CEFAC

versão impressa ISSN 1516-1846versão On-line ISSN 1982-0216

Resumo

CARVALHO, Nádia Giulian de; CHUN, Regina Yu Shon  e  MONTILHA, Rita de Cássia Ietto. Processos grupais com familiares: percepção de graduandos de fonoaudiologia. Rev. CEFAC [online]. 2015, vol.17, n.4, pp.1079-1089. ISSN 1516-1846.  http://dx.doi.org/10.1590/1982-0216201517411414.

OBJETIVOS:

verificar a percepção de graduandos de fonoaudiologia quanto à condução de grupos de familiares e analisar o processo de escolha, condução das atividades e a repercussão do grupo no processo terapêutico.

MÉTODOS:

trata-se de estudo de corte transversal e abordagem qualitativa, cuja amostra se constituiu de 19 alunos do quarto ano de graduação. Para a coleta de dados, foram realizados três grupos focais com participantes distintos, utilizando-se questões norteadoras. Os grupos foram gravados para posterior transcrição e análise segundo critérios de repetição e relevância e criação de categorias conforme objetivos da pesquisa.

RESULTADOS:

os achados evidenciam que diversos aspectos emergiram durante a condução dos grupos na percepção dos graduandos, os quais envolvem a mudança de sentimentos, o desenvolvimento do olhar analítico, o conhecimento do setting terapêutico como espaço de reconstrução de sentidos e subjetividades, o significado das atividades como recursos necessários para o alcance dos objetivos, a supervisão como um espaço esclarecedor de dúvidas, a autoavaliação da atuação na dinâmica grupal, e a contribuição de informações compartilhadas em grupo no processo terapêutico do sujeito em atendimento.

CONCLUSÃO:

a escolha, desenvolvimento e condução das atividades com familiares, discutidas na interface entre a Fonoaudiologia e a Terapia Ocupacional, agregam valores durante a formação e evidenciam a importância do processo para os alunos. Considerar os familiares, por meio dos grupos, no processo de aprendizagem ainda na graduação pode contribuir para uma formação em uma perspectiva de atenção integral e humanizada.

Palavras-chave : Atividades Humanas; Relações Profissional-Família; Saúde de Grupos Específicos; Linguagem.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )