SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 número6Desempenho em memória, compreensão oral e aprendizagem entre crianças com transtorno do déficit de atenção e hiperatividade e crianças com transtorno de ansiedadeDiagnóstico de ações de saúde: uma análise territorial sob a perspectiva do usuário índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista CEFAC

versão impressa ISSN 1516-1846versão On-line ISSN 1982-0216

Resumo

BRANCALIONI, Ana Rita; BOGONI, Ana Paula; SILVA, Diane Pinto da  e  GIACCHINI, Vanessa. Estudo comparativo sobre a aquisição fonológica e o desempenho em consciência fonológica entre crianças expostas a ambiente familiar bilíngue e crianças expostas a ambiente familiar monolíngue. Rev. CEFAC [online]. 2018, vol.20, n.6, pp.703-714. ISSN 1516-1846.  http://dx.doi.org/10.1590/1982-021620182061018.

Objetivo:

verificar e comparar a aquisição fonológica e o desempenho em tarefas de consciência fonológica entre crianças expostas a ambiente familiar bilíngue (Português Brasileiro e Alemão) e crianças expostas a ambiente familiar monolíngue (Português Brasileiro).

Métodos:

amostra composta de 32 crianças de ambos os sexos, na faixa etária dos 5 anos, divididas no grupo bilíngue (13 crianças), que conviviam diariamente com pessoas que falavam constantemente a língua alemã e a língua portuguesa, e no grupo monolíngue (19 crianças) que conviviam diariamente com pessoas que falavam apenas a língua portuguesa. A avaliação da aquisição fonológica e a avaliação das habilidades de consciência fonológica foram realizadas com protocolos padronizados para o português brasileiro e analisados estatisticamente utilizando os testes: Exato de Fisher e Teste Mann-Whitney considerando-se p<0,05.

Resultados:

observou-se maior número de sujeitos com aquisição fonológica atípica no grupo bilíngue e piores resultados na avaliação das habilidades de consciência fonológica observados nessas crianças, não houve diferença estatisticamente significativa entre os grupos estudados. Os processos fonológicos foram semelhantes nos dois grupos.

Conclusão:

os processos fonológicos foram semelhantes. Nas tarefas de consciência fonológica, as crianças do grupo familiar monolíngue alcançaram melhores resultados.

Palavras-chave : Multilinguíssimo; Criança; Desenvolvimento Infantil; Fala; Linguagem.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )