SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.114 número2Squamous-cell carcinoma of the lower lip: a retrospective study of 58 patients índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Sao Paulo Medical Journal

versão impressa ISSN 1516-3180versão On-line ISSN 1806-9460

Resumo

AMARAL, Eliana et al. Prevalence of HIV and Treponema pallidum infections in pregnant women in Campinas and their association with socio-demographic factors. Sao Paulo Med. J. [online]. 1996, vol.114, n.2, pp.1108-1116. ISSN 1516-3180.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31801996000200002.

Estudou-se soroprevalência anônima para Vírus de Imunodeficiência Humana (HIV) e sífilis através de coleta de sangue de cordão umbilical de 5.815 parturientes, em hospitais de Campinas, SP, por um período de seis meses. Foram utilizados testes de ELISA e "Western blot" para diagnóstico de infecção pelo HIV, e VDRL e TPHA para Treponema pallidum. Mantendo-se o anonimato, colheram-se informações sobre hospital de origem, dividido em universitário (público) e privado, forma de pagamento (seguro social, seguro particular e pagamento direto), idade, situação marital, escolaridade, ocupação e cidade de procedência. A soroprevalência para HIV foi 0,42 percent e para sífilis foi 1,16 percent. Foi encontrada associação entre ambas, isto é, maior prevalência da primeira nas amostras positivas para lues (p=0,02). Após análise por regressão logística, apenas o hospital universitário mostrou-se associado à soropositividade para HIV, e a mesma variável e maiores idades se relacionaram à sífilis. Todas as reações positivas para HIV foram encontradas em hospitais universitários ou em pacientes cujos partos foram pagos pelo SUS em hospitais privados. Concluiu-se que a prevalência de infecção pelo HIV está se aproximando daquela encontrada através de sorologia para sífilis, afetando pacientes de camadas socioeconômicas menos favorecidas. Sugere-se considerar a indicação de sorologia rotineira e consentida para HIV no pré-natal, quando a população mostrar prevalência de infecção próxima ou maior que 1 percent.

Palavras-chave : Human immunodeficiency virus; HIV; prevalence women; gestation; Umbilical cord blood.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons