SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.116 issue6Microangiopathic complications in type 1 diabetes mellitus: differences in severity when isolated or associated with autoimmune polyendocrinopathiesSpinal cord compression in b-thalassemia: follow-up after radiotherapy author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Sao Paulo Medical Journal

Print version ISSN 1516-3180

Abstract

CARNIDE, Eugénia Maria Grilo et al. Chédiak-Higashi syndrome: presentation of seven cases. Sao Paulo Med. J. [online]. 1998, vol.116, n.6, pp. 1873-1878. ISSN 1516-3180.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31801998000600008.

CONTEXTO: A Síndrome de Chédiak-Higashi (SCH) é uma doença autossômica recessiva rara, caracterizada por infecções de repetição, grânulos citoplasmáticos gigantes e albinismo óculo-cutâneo. OBJETIVO: Descrever os achados clínico-laboratoriais de pacientes portadores de SCH. TIPO DE ESTUDO: Relato de caso. LOCAL: Unidade de Alergia e Imunologia do Instituto da Criança, uma Instituição pública de cuidados terciários. PACIENTES: Os sete pacientes apresentavam albinismo óculo-cutâneo, infecções de repetição e grânulos gigantes citoplasmáticos em leucócitos. Um paciente apresentou níveis séricos diminuídos de IgG e três apresentavam capacidade bactericida de neutrófilos reduzida. Seis pacientes faleceram durante infecção, na fase acelerada. A terapêutica incluiu ácido ascórbico e antibioticoterapia. A quimioterapia foi aplicada em dois pacientes na fase acelerada. O transplante de medula óssea (TMO) foi proposto para um paciente. DISCUSSÃO: Os autores ressaltam o diagnóstico precoce e o tratamento da SCH. O transplante de medula óssea deve ser indicado antes da fase acelerada da doença.

Keywords : Chédiak-Higashi; Primary immunodeficiency; Phagocyte; Child.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English