SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.117 issue6Lymphocele: a possible relationship with acute cellular rejection in kidney transplantation author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Sao Paulo Medical Journal

Print version ISSN 1516-3180On-line version ISSN 1806-9460

Abstract

CARVALHO, Marcos Brasilino de et al. Perioperative frozen section examination in parotid gland tumors. Sao Paulo Med. J. [online]. 1999, vol.117, n.6, pp.233-237. ISSN 1516-3180.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31801999000600002.

CONTEXTO: O procedimento cirúrgico mínimo geralmente aceitável para a abordagem de tumores de parótida é a parotidectomia parcial com retirada do lobo superficial da glândula. Há uma impossibilidade de se ter o diagnóstico prévio histológico da lesão antes do procedimento cirúrgico, pois biópsias incisionais são contra-indicadas pela possibilidade de secção inadvertida de ramos do nervo facial e ressecção incompleta da lesão. Assim, a biópsia é comumente intracirúrgica. OBJETIVO: Comparar os resultados do exame anatomopatológico intra-operatório por congelação com os resultados do diagnóstico definitivo através do exame de parafina. TIPO DE ESTUDO: Estudo exato pela análise retrospectiva. LOCAL: Serviço de cirurgia de Cabeça e Pescoço do Complexo Hospitalar Heliópolis, São Paulo, Brasil. TESTE DIAGNÓSTICO: Exame anátomopatológico intra-operatório por congelação e exame por parafina. VARIÁVEIS ESTUDADAS: Sensibilidade e especificidade do exame por congelação. RESULTADOS: Ao exame por congelação, em 19 casos (12,4%) o diagnóstico foi de neoplasia maligna e em 128 (83,7%) o diagnóstico foi de tumor benigno. A sensibilidade para malignidade foi de 61,5% e a especificidade foi de 98%. Esses resultados são equivalentes aos referidos na literatura. Os resultados falso-positivos ou negativos não interferiram na conduta adotada pois, para a decisão do tratamento, foi considerado o conjunto de dados clínicos, achado cirúrgico e anátomo patológico. CONCLUSÕES: O exame por congelação para os tumores da glândula salivar, empregado isoladamente não é suficiente para decidir a melhor conduta, e sua interpretação deve ser feita correlacionando os achados clínicos e intra-operatórios, associados à experiência do cirurgião.

Keywords : Exame por congelação; Neoplasia de glândula salivar; Carcinoma de parótida.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License