SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.118 número3Comparison of vaginal wall sling and modified vaginal wall sling for stress urinary incontinencePost-mortem forensic identity testing: application of PCR to the identification of fire victim índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Sao Paulo Medical Journal

versão impressa ISSN 1516-3180versão On-line ISSN 1806-9460

Resumo

CARDOSO, Weder Pereira et al. Proliferating cell nuclear antigen expression in mucoepidermoid carcinoma of salivary glands. Sao Paulo Med. J. [online]. 2000, vol.118, n.3, pp.69-74. ISSN 1516-3180.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31802000000300004.

CONTEXTO: As características citológicas e morfológicas do Carcinoma Mucoepidermóide, um dos critérios mais importantes na aferição do seu comprometimento biológico e agressividade é a proliferação celular. Daí, a utilização do uso de marcadores imunohistoquímicos da proliferação celular na classificação dos tumores e na determinação do prognóstico e no estudo terapêutico dessas patologias. OBJETIVO: Analisar 11 casos de carcinoma mucoepidermóide (CME) através do antígeno nuclear de proliferação celular (PCNA) e determinar sua relação com o grau de malignidade destes tumores. TIPO DE ESTUDO: Estudo de correlação. LOCAL: Serviço de Cirurgia de Cabeça e Pescoço do Hospital Heliópolis, São Paulo, Brazil. AMOSTRA: As lâminas de 11 casos foram preparadas de acordo com a rotina técnica do Departamento de Patologia Oral da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo, correspondendo ao carcinoma mucoepidermóide primário de glândulas salivares, fixadas em solução de formaldeído a 10% e coradas com hematoxilina e eosina. Após o preparo, as neoplasias foram classificadas em baixo, intermediário e alto grau de malignidade, de acordo com o critério de Seifert & Sobin e Auclair & Ellis. As lâminas foram encaminhadas a estudo imunohistoquímico para avaliar a positividade do PCNA pela técnica de streptavidina. VARIÁVEIS ESTUDADAS: Correlação entre a expressão PCNA e o grau histológico de malignidade dos CME de glândulas salivares RESULTADOS: Haviam 4 casos (36%) de baixo grau, 4 casos (36%) de grau intermediário e 3 casos (27%) de alto grau de malignidade. Após o estudo comparativo entre os achados histológicos e a análise imunohistoquímica, diferenças significativas foram observadas (P<0,01) para os 3 graus de malignidade - 16,04%, 26,98% e 56,98% respectivamente - da expressão do PCNA no CME. CONCLUSÃO: A expressão do PCNA aumenta com o grau de malignidade do CME nas glândulas salivares.

Palavras-chave : PCNA; Carcinoma mucoepidermóide; Glândulas salivares.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons