SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.118 issue4Antidepressant efficacy of sertraline and imipramine for the treatment of major depression in elderly outpatientsEfficacy in treatment of subclinical cervical HPV infection without intraepithelial neoplasia: systematic review author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Sao Paulo Medical Journal

Print version ISSN 1516-3180

Abstract

MURTA, Eddie Fernando Candido; SOUZA, Maria Azniv Hazarabedian de; ARAUJO JUNIOR, Eduardo  and  ADAD, Sheila Jorge. Incidence of Gardnerella vaginalis, Candida sp and human papilloma virus in cytological smears. Sao Paulo Med. J. [online]. 2000, vol.118, n.4, pp. 105-108. ISSN 1516-3180.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31802000000400006.

CONTEXTO: Apesar da extensa literatura sobre a microbiologia da flora vaginal normal e anormal, há poucos trabalhos sobre a relação entre papilomavírus humano (HPV) e outros microorganismos vaginais. OBJETIVO: Analisar a freqüência de infecção por HPV e outros agentes como Candida sp., Gardnerella vaginalis e Trichomonas vaginalis no exame citológico. TIPO DE ESTUDO: Estudo retrospectivo. LOCAL: Centro público de referência terciária. AMOSTRA: 17.391 citologias de pacientes ambulatoriais atendidas entre janeiro de 1997 e agosto de 1998. O grupo controle foi composto por mulheres da mesma idade sem sinais citológicos de infecção por HPV. As pacientes com diagnóstico de neoplasia intraepitelial cervical (NIC) II ou III foram excluídas desta análise. VARIÁVEIS ESTUDADAS: O diagnóstico citológico de infecção por HPV foi feito segundo os critérios de Schneider, et al. e o diagnóstico de Gardnerella vaginalis foi feito pelo achado de "clue cells". RESULTADOS: 390 (2,24%) tinham alterações compatíveis com infecção por HPV associada ou não a NIC I. Os resultados mostraram que a Gardnerella vaginalis foi o agente mais freqüente nas mulheres com infecção por HPV (23,6% versus 17,4%; P <0,05), enquanto no grupo controle o agente mais frequente foi a Candida sp. (23,9% versus 13,8%; P <0,001). CONCLUSÃO: Apesar deste estudo ser baseado somente em critérios citológicos, em que testes diagnósticos específicos não foram usados, o exame citológico é largamente usado na prática clínica e os dados apresentados nesta investigação mostram a associação entre a Gardnerella vaginalis e a infecção por HPV. Se os microorganismos favorecem um ao outro, isto ainda está por ser estabelecido.

Keywords : Papilomavírus humano; Gardnerella vaginalis; Candida sp; Exame citológico.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English