SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.119 issue1Fluorescent in-situ hybridization (FISH) for BCR/ABL in chronic myeloid leukemia after bone marrow transplantationVena cava thrombosis associated with nephrotic syndrome in the puerperal gestational cycle author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Sao Paulo Medical Journal

Print version ISSN 1516-3180On-line version ISSN 1806-9460

Abstract

ACACIO, Gregório Lorenzo et al. Nuchal translucency: an ultrasound marker for fetal chromosomal abnormalities. Sao Paulo Med. J. [online]. 2001, vol.119, n.1, pp.19-23. ISSN 1806-9460.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31802001000100006.

CONTEXTO: A literatura mostra uma associação entre diversos marcadores ultra-sonográficos e riscos de cromossomopatias. Dentre os marcadores ultra-sonográficos, a medida da translucência nucal têm sido apontada como um método de rastreamento de aneuploidias, sendo a trissomia do cromossomo 21 a mais investigada. OBJETIVO: Definir, com auxilio da curva ROC, o melhor ponto de corte fixo da translucência nucal e sua acurácia no rastreamento das aneuploidias fetais como um todo, e para a trissomia do cromossomo 21 numa população sul americana. TIPO DE ESTUDO: Validação de teste diagnóstico. LOCAL: O estudo foi realizado na Universidade Estadual de Campinas, Campinas, Brasil. PARTICIPANTES: 230 pacientes que realizaram ultra-sonografia em dois centros privados de nível terciário, entre 10 e 14 semanas de gestação. PROCEDIMENTOS: Foram incluídas as pacientes que realizaram ultra-sonografia, entre 10 e 14 semanas de gestação, onde se mediu a translucência nucal, e a pesquisa do cariótipo fetal ou do recém-nascido. VARIÁVEIS ESTUDADAS: Idade materna, idade gestacional, medida da translucência nucal e resultado do cariótipo fetal ou do recém-nascido. RESULTADOS: A prevalência de cromossomopatias foi de 10%. A idade média das pacientes foi de 35,8 anos. A idade gestacional média foi de 12 semanas e dois dias. A medida da translucência nucal (TN) apresentou uma média de 2,18 mm. O ponto de corte fixo, com melhor equilíbrio entre sensibilidade e especificidade, foram os valores iguais ou maiores que 2,5 mm para todas as cromossomopatias e, também, para a trissomia do cromossomo 21 isoladamente. A sensibilidade do teste foi de 69,5% e 75% para todas as cromossomopatias e para a trissomia do cromossomo 21 respectivamente, com uma razão de verossimilhança positiva de 5,5 e 5,0 para todas as cromossomopatias e para a trissomia do cromossomo 21 respectivamente. CONCLUSÕES: A medida translucência nucal mostrou boa acurácia como marcador ultra-sonográfico de cromossomopatias fetais, sendo o valor de 2,5 mm o melhor ponto de corte fixo.

Keywords : Aneuplodia; Ultra-sonografia; Cromossomos; Feto; Diagnóstico pré-natal.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License