SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.120 issue4Atopy, passive smoking, respiratory infections and asthma among children from kindergarten and elementary schoolMIDAS (Migraine Disability Assessment): a valuable tool for work-site identification of migraine in workers in Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Sao Paulo Medical Journal

Print version ISSN 1516-3180On-line version ISSN 1806-9460

Abstract

COSTA, Luciano José Megale; VARELLA, Paulo César Spotti  and  GIGLIO, Auro del. Weight changes during chemotherapy for breast cancer. Sao Paulo Med. J. [online]. 2002, vol.120, n.4, pp.113-117. ISSN 1516-3180.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31802002000400005.

CONTEXTO: Pacientes recebendo quimioterapia adjuvante por câncer de mama têm tendência a ganhar peso. Esta tendência tem fatores determinantes não completamente definidos e seu significado prognóstico é incerto. OBJETIVO: Avaliar a variação de peso durante tratamento quimioterápico por câncer de mama em uma população definida, identificar fatores predisponentes e seu possível significado prognóstico. TIPO DE ESTUDO: Observacional, de coorte retrospectiva. LOCAL: Serviço privado de oncologia clínica. PARTICIPANTES: Cento e seis pacientes consecutivas com câncer de mama tratadas entre junho de 1994 e abril de 2000 e que receberam quimioterapia neoadjuvante (n = 8), adjuvante (n = 74) ou paliativa (n = 24). PROCEDIMENTOS: Revisão de prontuários médicos com coleta de dados clínicos incluindo peso corporal das pacientes antes do tratamento e nas avaliações subseqüentes. VRIÁVEIS ESTUDADAS: Variação de peso corporal expresso em percentual do peso corporal por mês em tratamento, influência de variáveis clínicas nesta variação de peso e influência da variação de peso na sobrevida global e sobrevida livre de doença. RESULTADOS: Houve um ganho de peso médio de 0,50 ± 1,42% (p = 0,21) do peso corpóreo por mês de tratamento. Constatamos uma correlação negativa entre presença de doença metastática e ganho de peso (r = -0,447, p < 0,0001). No grupo em quimioterapia adjuvante e neoadjuvante, houve um ganho de peso médio de 0,91 ± 1,19 % (p < 0,00001) do peso corpóreo por mês de tratamento, enquanto que, no grupo com doença metastática (paliativo), observamos uma perda de peso média de 0,52 ± 1,21% (p = 0,11) do peso corpóreo por mês de tratamento. Não observamos correlação estatisticamente significante entre variação de peso e sobrevida livre de doença ou sobrevida global. CONCLUSÕES: Mulheres com câncer de mama recebendo tratamento quimioterápico adjuvante e neo-adjuvante ganham peso, enquanto mulheres com câncer de mama metastático possivelmente perdem peso durante quimioterapia paliativa. Estudos subseqüentes são necessários para avaliar o valor prognóstico da variação de peso durante quimioterapia.

Keywords : Neoplasias; Mama; Quimioterapia Adjuvante; Peso. Corpóreo; Obesidade.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License