SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.120 issue4Atopy, passive smoking, respiratory infections and asthma among children from kindergarten and elementary schoolMIDAS (Migraine Disability Assessment): a valuable tool for work-site identification of migraine in workers in Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Sao Paulo Medical Journal

Print version ISSN 1516-3180

Abstract

COSTA, Luciano José Megale; VARELLA, Paulo César Spotti  and  GIGLIO, Auro del. Weight changes during chemotherapy for breast cancer. Sao Paulo Med. J. [online]. 2002, vol.120, n.4, pp. 113-117. ISSN 1516-3180.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31802002000400005.

CONTEXTO: Pacientes recebendo quimioterapia adjuvante por câncer de mama têm tendência a ganhar peso. Esta tendência tem fatores determinantes não completamente definidos e seu significado prognóstico é incerto. OBJETIVO: Avaliar a variação de peso durante tratamento quimioterápico por câncer de mama em uma população definida, identificar fatores predisponentes e seu possível significado prognóstico. TIPO DE ESTUDO: Observacional, de coorte retrospectiva. LOCAL: Serviço privado de oncologia clínica. PARTICIPANTES: Cento e seis pacientes consecutivas com câncer de mama tratadas entre junho de 1994 e abril de 2000 e que receberam quimioterapia neoadjuvante (n = 8), adjuvante (n = 74) ou paliativa (n = 24). PROCEDIMENTOS: Revisão de prontuários médicos com coleta de dados clínicos incluindo peso corporal das pacientes antes do tratamento e nas avaliações subseqüentes. VRIÁVEIS ESTUDADAS: Variação de peso corporal expresso em percentual do peso corporal por mês em tratamento, influência de variáveis clínicas nesta variação de peso e influência da variação de peso na sobrevida global e sobrevida livre de doença. RESULTADOS: Houve um ganho de peso médio de 0,50 ± 1,42% (p = 0,21) do peso corpóreo por mês de tratamento. Constatamos uma correlação negativa entre presença de doença metastática e ganho de peso (r = -0,447, p < 0,0001). No grupo em quimioterapia adjuvante e neoadjuvante, houve um ganho de peso médio de 0,91 ± 1,19 % (p < 0,00001) do peso corpóreo por mês de tratamento, enquanto que, no grupo com doença metastática (paliativo), observamos uma perda de peso média de 0,52 ± 1,21% (p = 0,11) do peso corpóreo por mês de tratamento. Não observamos correlação estatisticamente significante entre variação de peso e sobrevida livre de doença ou sobrevida global. CONCLUSÕES: Mulheres com câncer de mama recebendo tratamento quimioterápico adjuvante e neo-adjuvante ganham peso, enquanto mulheres com câncer de mama metastático possivelmente perdem peso durante quimioterapia paliativa. Estudos subseqüentes são necessários para avaliar o valor prognóstico da variação de peso durante quimioterapia.

Keywords : Neoplasias; Mama; Quimioterapia Adjuvante; Peso. Corpóreo; Obesidade.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English