SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.122 issue4Prevalence of abdominal aortic aneurysms: a screening program in São Paulo, BrazilMultiple drug resistance protein (MDR-1), multidrug resistance-related protein (MRP) and lung resistance protein (LRP) gene expression in childhood acute lymphoblastic leukemia author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Sao Paulo Medical Journal

On-line version ISSN 1806-9460

Abstract

COTTA, Ana Cristina et al. Avaliação dos critérios diagnósticos nas infiltrações linfocitárias cutâneas. Sao Paulo Med. J. [online]. 2004, vol.122, n.4, pp. 161-165. ISSN 1806-9460.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31802004000400006.

CONTEXTO: Infiltrações linfocitárias não-específicas da pele representam dificuldades diagnósticas na prática diária da patologia. Não há sinais patognomônicos para o diagnóstico diferencial entre infiltrações linfocitárias benignas e malignas. OBJETIVOS: Avaliar o perfil morfológico e imunofenotípico das infiltrações linfocitárias de acordo com a evolução clínica. TIPO DE ESTUDO: Retrospectivo: análise histopatológica e imunoistoquímica. LOCAL: Centro de referência, hospital universitário. AMOSTRA: 28 casos de infiltrações linfocitárias de diagnóstico diferencial difícil selecionados dos arquivos. PRINCIPAIS MEDIDAS: Análise de 18 variáveis histológicas e perfil imunofenotípico utilizando os marcadores linfóides CD4, CD8, CD3, CD20 e CD30, comparados à evolução clínica. RESULTADOS: Os diagnósticos mais comuns foram: micose fungóide - inicial (oito casos) e farmacodermias (cinco casos). Variáveis morfológicas isoladas não discriminaram infiltrados benignos e malignos, exceto pela presença dos microabscessos de Pautrier-Darier, que foram encontrados apenas na micose fungóide (p = 0,015). O padrão de infiltração superficial e profunda (p = 0,037) e a presença de eosinófilos (p = 0,0207) foram mais freqüentes nas infiltrações linfocitárias benignas. O perfil imunoistoquímico dos linfócitos T mostrou sobreposição entre infiltrações benignas e malignas, com predomínio de linfócitos T auxiliares CD4 positivos na maioria dos casos. CONCLUSÃO: A combinação das informações clínicas e histológicas representa a abordagem mais consistente para o diagnóstico diferencial dos infiltrados linfóides cutâneos.

Keywords : Linfoma de Células T Cutâneo; Pseudolinfoma; Micose fungóide; Imunohistoquímica; Diagnóstico diferencial.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License