SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.125 issue1The effects of an individualized exercise intervention on body composition in breast cancer patients undergoing treatmentEfficacy of National Nosocomial Infection Surveillance score, acute-phase proteins, and interleukin-6 for predicting postoperative infections following major gastrointestinal surgery author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Sao Paulo Medical Journal

Print version ISSN 1516-3180

Abstract

SERPA, Ana Beatriz Mello et al. Perfil da resposta multidimensional à dor em recém-nascidos prematuros no primeiro, terceiro e sétimo dias de vida. Sao Paulo Med. J. [online]. 2007, vol.125, n.1, pp. 29-33. ISSN 1516-3180.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31802007000100006.

CONTEXTO E OBJETIVO: É um desafio avaliar e tratar a dor do bebê prematuro. O objetivo deste estudo foi comparar, diante de um mesmo estímulo doloroso agudo, as respostas multidimensionais à dor obtidas ao longo da primeira semana de vida de prematuros. TIPO DE ESTUDO E LOCAL: Coorte prospectiva, na Universidade Federal de São Paulo. MÉTODOS: Estudo de 11 neonatos com idade gestacional inferior a 37 semanas e necessidade de punção venosa para coleta de sangue, sendo excluídos aqueles com Apgar < 7 aos cinco minutos, alterações do sistema nervoso central e os que faleceram ou tiveram alta até sete dias de vida. A punção venosa foi feita no dorso da mão e avaliou-se a freqüência cardíaca, a saturação de oxigênio e as seguintes escalas de dor: NFCS (Neonatal Facial Coding System), NIPS (Neonatal Infant Pain Scale) e PIPP (Premature Infant Pain Profile) com 24, 72 horas e no sétimo dia de vida. A NFCS e a NIPS foram pontuadas antes da punção venosa (Tpré), durante (T0), dois (T2) e cinco (T5) minutos após. A freqüência cardíaca, a saturação de oxigênio e a PIPP foram analisadas em Tpré e T0. Compararam-se os valores médios das variáveis nos três momentos por análise de variância com medidas repetidas. RESULTADOS: Não houve diferenças no primeiro, terceiro e sétimo dias para freqüência cardíaca (p = 0,22), saturação de oxigênio (p = 0,69), NFCS (p = 0,40), NIPS (p = 0,32) e PIPP (p = 0,56). CONCLUSÃO: Houve homogeneidade da avaliação da dor causada por punção venosa em prematuros, ao longo da primeira semana de vida.

Keywords : Recém-nascido; Prematuro; Dor; Avaliação da dor; Limiar da dor.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English