SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.125 issue1Multidimensional pain assessment of preterm newborns at the 1st, 3rd and 7th days of lifeThe impact of a community intervention to improve cervical cancer screening uptake in the Amazon region of Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Sao Paulo Medical Journal

Print version ISSN 1516-3180On-line version ISSN 1806-9460

Abstract

AGUILAR-NASCIMENTO, José Eduardo de; MARRA, Jair Gimenez; SLHESSARENKO, Natasha  and  FONTES, Cor Jesus Fernandes. Eficácia do escore NNIS, proteínas de fase aguda e interleucina-6 na predição de infecções pós-operatórias em operações gastrointestinais de grande porte. Sao Paulo Med. J. [online]. 2007, vol.125, n.1, pp.34-41. ISSN 1516-3180.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31802007000100007.

CONTEXTO E OBJETIVO: Melhores resultados são esperados quando infecção pós-operatória é diagnosticada precocemente. Este estudo investigou a eficácia do escore NNIS (National Nosocomial Infection Surveillance score), interleucina-6 (IL-6) e proteínas de fase aguda na predição de infecções pós-operatórias. TIPO DE ESTUDO E LOCAL: Estudo tipo serie de casos na enfermaria de cirurgia geral do Hospital Universitário Julio Muller. MÉTODOS: 32 pacientes submetidos a operações gastrointestinais de grande porte entre junho de 2004 e fevereiro de 2005 foram estudados. Correlacionou-se o escore NNIS, a evolução da IL-6 e varias proteínas de fase aguda (proteína C reativa [CRP], albumina, pré-albumina e transferrina) com a ocorrência de infecção e tempo de permanência hospitalar (LOS). RESULTADOS: O escore NNIS > 1 (p = 0.01) e a hipoalbuminemia pré-operatória (p = 00.02) significantemente correlacionaram com infecção. Ocorreu uma elevação maior de IL-6 e CRP nos pacientes com infecção. Análise multivariada mostrou maior risco de infecção em paciente com NNIS > 1 (razão de chances, RC = 10,6 [IC 95%, 1,1-102,2]; p = 0.04), albumina pré-operatória < 3 g/dl (RC = 8,77 [IC 95%, 1,13-67,86]; p = 0,03); CRP > 30 mg/l no 2º (RC = 8,27 [IC 95%, 1,05-64,79]; p = 0,03) e > 12 mg/l no 5º pós-operatória (RC = 25,92 [IC 95%, 2,17-332,71]; p < 0,01), e com IL-6 > 25 pg/ml no 5º PO (RC = 15,46 [IC 95%, 1,19-230,30]; p = 0,03). LOS associou-se com câncer transferrina, IL-6 e albumina (p < 0,05). CONCLUSÃO: NNIS, albumina, CRP e IL-6 podem ser úteis como preditores de infecção pós-operatória. Na predição do LOS, a condição de doença maligna e a evolução de albumina, transferrina e IL-6 são úteis.

Keywords : Proteína C-reativa; IL-6; Albumina; Transferrina; Infecção; Cirurgia.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License