SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.125 issue1Dipyrone and acetaminophen: correct dosing by parents? author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Sao Paulo Medical Journal

Print version ISSN 1516-3180

Abstract

RODRIGUES, Janine Moreira et al. Azul de metileno para o tratamento clínico da anafilaxia: apresentação de caso. Sao Paulo Med. J. [online]. 2007, vol.125, n.1, pp. 60-62. ISSN 1516-3180.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31802007000100012.

CONTEXTO E OBJETIVO: O óxido nítrico (NO) tem papel fisiopatológico na modulação das alterações sistêmicas associadas à anafilaxia. Inibidores da sintase do NO podem exacerbar a broncoconstrição na anafilaxia e piorar as condições clínicas e têm um papel limitado no tratamento do choque anafilático. O objetivo deste relato foi o de apresentar um caso de anafilaxia (não-choque anafilático) revertido pela inibição da guanilato ciclase pelo azul de metileno. RELATO DE CASO: Mulher de 23 anos apresentou repentina urticária e prurido, inicialmente localizados na face e nos braços, que se estenderam para quase todo o corpo. Utilizou-se, inicialmente, anti-histamínico, mas pequena melhora só foi observada após o uso endovenoso de 500 mg metilprednisolona. Após duas horas, os sintomas voltaram acompanhados de vômitos. Observou-se dificuldade respiratória alta, sibilos respiratórios, estridores laríngeos, angioedema facial, incluindo eritema, edema de lábios e, nos locais de intenso prurido, observaram-se petéquias. O quadro agravou-se com dispnéia, taquipnéia, parestesia peroral, edema laríngeo, grave dispnéia expiratória com crescente perda da consciência. O tratamento convencional não foi efetivo. Considerou-se intubação pela grave hipoventilação. Com base em nossa prévia experiência, um bolo endovenoso de 1,5 mg/kg (120 mg) de azul de metileno a 4% diluído em soro glicosado 5%, seguido de outros 120 mg infundidos durante uma hora. Após a dose endovenosa inicial do azul de metileno, a situação clínica reverteu-se completamente, evitando-se a intubação traqueal. CONCLUSÃO: Embora a hipótese da eficácia da relação entre o óxido nítrico e o azul de metileno ainda esteja por ser provada, nossa intenção foi de compartilhar nossa experiência acumulada, que sugere fortemente que o azul de metileno seja um tratamento salvador de vidas para o choque anafilático e/ou anafilaxia e outras condições vasoplégicas.

Keywords : Anafilaxia; Óxido nítrico; Azul de metileno; Guanilato ciclase; GMP cíclico.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English