SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.125 issue3Do our newly graduated medical doctors have adequate knowledge about neonatal resuscitation?Sudden sensorineural hearing loss and vertigo associated with arterial occlusive disease: three case reports and literature review author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Sao Paulo Medical Journal

Print version ISSN 1516-3180

Abstract

NETTO, Irene de Pedro et al. Imobilidade de prega vocal após tireoidectomia com monitorização intra-operatória do nervo laríngeo recorrente. Sao Paulo Med. J. [online]. 2007, vol.125, n.3, pp. 186-190. ISSN 1516-3180.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31802007000300011.

CONTEXTO E OBJETIVO: A monitorização intra-operatória de nervos surgiu como uma ferramenta valiosa para facilitar a identificação do nervo laríngeo recorrente durante a cirurgia de tireóide, evitando a sua lesão. O objetivo foi avaliar a mobilidade das pregas vocais em pacientes submetidos a tireoidectomia com monitorização intra-operatória do nervo laríngeo recorrente. TIPO E LOCAL DO ESTUDO: Coorte de uma série consecutiva de pacientes em um hospital terciário de tratamento de câncer. MÉTODOS: Pacientes foram submetidos à cirurgia de tireóide usando a monitorização intra-operatória do nervo laríngeo recorrente, entre novembro de 2003 e janeiro de 2006. Uma análise descritiva dos resultados e uma comparação com um grupo similar de pacientes que não foram submetidos a monitorização dos nervos foram realizadas. RESULTADOS: Um total de 104 pacientes foi estudado. Tireoidectomia total realizada em 65 pacientes. Imobilidade de pregas vocais (parcial ou total) foi detectada em 12 pacientes (6.8% dos nervos sob risco) na primeira avaliação pós-operatória. Apenas 6 (3.4% dos nervos sob risco) permaneceram com imobilidade de prega vocal três meses após a cirurgia. Nossa série prévia com 100 pacientes similares sem a monitorização intra-operatória revelou que 12 pacientes (7.5%) apresentaram imobilidade de prega vocal na avaliação precoce, e apenas 5 (3.1%) mantiveram a imobilidade três meses após a cirurgia, sem diferença significativa entre as séries. CONCLUSÃO: Nesta série, o uso da monitorização intra-operatória do nervo laríngeo recorrente não diminuiu a taxa de imobilidade de prega vocal.

Keywords : Glândula tireóide; Tireoidectomia; Nervo laríngeo recorrente; Paralisia das cordas vocais; Monitorização intra-operatória.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English