SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.125 issue4Presumed prevalence analysis on suspected and highly suspected breast cancer lesions in São Paulo using BIRADS® criteriaSchwannomas in the head and neck: retrospective analysis of 21 patients and review of the literature author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Sao Paulo Medical Journal

Print version ISSN 1516-3180On-line version ISSN 1806-9460

Abstract

MAGNANI, Karla Luciana  and  CATANEO, Antônio José Maria. Força dos músculos respiratórios em obesos e influência da distribuição do tecido adiposo. Sao Paulo Med. J. [online]. 2007, vol.125, n.4, pp.215-219. ISSN 1516-3180.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31802007000400004.

CONTEXTO E OBJETIVO: A disfunção pulmonar no obeso pode estar associada a comprometimento muscular respiratório e também pode ser influenciada pelo predomínio de distribuição de gordura corporal na região toraco-abdominal. O objetivo foi avaliar a força dos músculos respiratórios em obesos e analisar a influência da distribuição do tecido adiposo. TIPO DE ESTUDO E LOCAL: Estudo transversal no período pré-operatório de Cirurgia Bariátrica. Estudo desenvolvido no Programa de Pós-Graduação em Bases Gerais da Cirurgia da Universidade Estadual Paulista (Unesp) - Faculdade de Medicina de Botucatu. MÉTODO: Mensuração da força dos músculos respiratórios através das medidas das pressões inspiratórias e expiratórias máximas (PImax e PEmax) em obesos candidatos à cirurgia bariátrica. Avaliar a distribuição do tecido adiposo através da relação entre as circunferências da cintura e quadril (RC/Q). Comparar esses atributos com os valores de referência de normalidade e também entre grupos com diferentes índices de massa corpórea (IMC). RESULTADOS: Foram avaliados 23 homens e 76 mulheres. Todos foram submetidos à avaliação de PImax e 86 realizaram a PEmax. O IMC médio foi de 44,42 kg/m2. Os valores de PImax e de PEmax estavam dentro dos padrões de normalidade, a relação cintura-quadril mostrou distribuição do tecido adiposo na porção superior corporal e não houve correlação entre as variáveis estudadas. CONCLUSÃO: Na população de obesos estudada, o excesso de peso não provocou alterações na força dos músculos respiratórios, e as modificações não foram influenciadas pela distribuição de gordura predominante em porção superior corporal.

Keywords : Obesidade; Músculos respiratórios; Constituição corporal; Relação cintura-quadril; Cirurgia.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License