SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.126 número1Estudo da acurácia do "Osterisk": uma nova ferramenta clínica para o rastreamento da osteoporose em mulheres acima de 50 anosDivergências na terapia anti-hipertensiva em situações especiais em nefrologia índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Sao Paulo Medical Journal

versão impressa ISSN 1516-3180

Resumo

DEHQAN, Ali; BAKHTIAR, Mehdi; PANAHI, Sadegh Seif  e  ASHAYERI, Hassan. Relação entre a gravidade da gagueira em crianças e a taxa de fala em suas mães. Sao Paulo Med. J. [online]. 2008, vol.126, n.1, pp. 29-33. ISSN 1516-3180.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31802008000100006.

CONTEXTO E OBJETIVO: Gagueira é uma doença complexa que tem influência nas realizações ocupacionais, sociais, acadêmicas e emocionais. A finalidade deste trabalho foi correlacionar o índice de gravidade da gagueira de crianças com as taxas de velocidade de fala das mães. TIPO DE ESTUDO E LOCAL: Estudo transversal, realizado na clínica infantil de reabilitação da cidade de Teerã. MÉTODOS: Uma amostra da fala de 35 crianças gagas pareadas com suas mães, sendo 29 meninos e 6 meninas, de 5:1-12:0 anos (idade média de 8.5), foi gravada por aproximadamente 15 minutos para avaliar a interação verbal recíproca, sendo então analisada de acordo com o índice de gravidade da gagueira e com os parâmetros de taxa de velocidade de fala. RESULTADOS: Os resultados da pesquisa mostraram uma relação significante entre a taxa de velocidade de fala da mãe e a gravidade da gagueira da criança. CONCLUSÃO: Os resultados sugerem que a taxa de velocidade da fala entre a mãe e a criança que gagueja deveria ser incorporada na avaliação e tratamento da gagueira.

Palavras-chave : Fala; Linguagem; Comunicação; Gagueira; Mães.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês