SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.127 issue1Continuous spinal anesthesia versus combined spinal epidural block for major orthopedic surgery: prospective randomized studySerum cross-linked n-telopeptides of type 1 collagen (NTx) in patients with solid tumors author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Sao Paulo Medical Journal

Print version ISSN 1516-3180

Abstract

CARVALHO, Jerusa Martins et al. Células CD34-positivas e suas subpopulações caracterizadas por análise de citometria de fluxo em doadores para transplante alogênico de medula óssea. Sao Paulo Med. J. [online]. 2009, vol.127, n.1, pp. 12-18. ISSN 1516-3180.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31802009000100004.

CONTEXTO E OBJETIVO: A contagem e separação de células-tronco hematopoéticas de diferentes fontes tem importância para ensaios clínicos e pesquisa basica. Nosso objetivo foi caracterizar e quantificar as populacões de células hematopoéticas, bem como avaliar a expressão do antígeno CD34 em populações mais primitivas e correlacioná-las com a enxertia nos doadores de medula óssea para transplante alogênico. TIPO DE ESTUDO E LOCAL: Estudo transversal no qual a diferenciação e a seleção de células-tronco hematopoéticas foram realizadas em amostras de medula óssea de doadores de pacientes submetidos a transplante alogênico nos Hospitais São Paulo e Santa Marcelina, São Paulo, Brasil. MÉTODOS: Imunofenotipagem de células mononucleares de medula óssea foi feita na população de células CD45PerCP+ com os seguintes anticorpos: CD34FITC, CD117PE, CD38PE, CD7FITC, CD33PE, CD10FITC, CD19PE, CD14FITC, CD13PE, CD11cPE, CD15FITC, CD22PE, CD61FITC e CD56PE. Após a definição de regiões de células positivas ao CD34, estas células foram selecionadas e analisadas para a co-expressão do CD38 e CD117. Células mononucleares totais de medula óssea e aquelas obtidas após a seleção foram testadas para a retenção de Rh-123. O teste de Friedman e o coeficiente de Sperman foram utilizados para comparar as expressões e correlacionar a contagem de células CD34+ com a enxertia. RESULTADOS: Na região R1, 0,1% a 2,8% das células foram CD34+/CD45+, porém apenas 1,1% das células foram CD34+/CD45-. As principais co-expressões de células CD45+ foram CD38, CD22, CD19 e CD56 na região R2 e CD33, CD11c, CD14, CD15 e CD61 nas regiões R3 e R4. Após a seleção, a mediana de 2,2x106 células CD34+ foi equivalente a 4,9% do total mediano de células da medula óssea. Co-expressões de células CD34+/CD38+ e CD34+/CD117+ ocorreram em 94,95 e 82%, respectivamente. Houve relação positiva entre o número de células CD34+ infundidas e o dia da enxertia. Observamos que mais de 80% das células mononucleares de medula óssea retêm intensamente a Rh-123. Após a seleção, células localizadas em regiões de maior diferenciação, regiões R3 e R4, acumulam mais fortemente a Rh-123 do que células mais primitivas da região R1. CONCLUSÃO: Postulamos que a célula tronco hematopoética mais primitiva expressa o seguinte fenótipo: CD34+/CD45-/CD38-/Rh-123 de baixa retenção.

Keywords : Células-tronco hematopoéticas; Imunofenotipagem; Antígeno CD34; Hematopoese; Transplante de medula óssea.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English