SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.127 número2Bevacizumabe para doenças oculares neovasculares: revisão sistemáticaTransportadores artificiais de oxigênio como possível alternativa às células vermelhas na prática clínica índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Sao Paulo Medical Journal

versão impressa ISSN 1516-3180

Resumo

RIBEIRO, Sérgio Conti et al. Malformações Müllerianas: revisão da abordagem atual. Sao Paulo Med. J. [online]. 2009, vol.127, n.2, pp. 92-96. ISSN 1516-3180.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31802009000200007.

O objetivo deste trabalho foi discutir as malformações müllerianas desde seus aspectos embriológicos, analisando os atuais métodos diagnóstico e terapêuticos. As malformações müllerianas são anomalias congênitas do trato reprodutivo feminino decorrentes de falha do desenvolvimento dos ductos de Müller e estruturas associadas. Sua causa não foi completamente elucidada, acreditando-se, atualmente, que seja multifatorial. Os sintomas se manifestam, principalmente, durante a adolescência e início da vida adulta, e afetam a capacidade reprodutiva dessas mulheres. A partir da suspeita clínica, a investigação diagnóstica inclui métodos de imagem, como a histerosalpingografia, ultrassonografia e ressonância magnética. A classificação das malformações está relacionada à sua embriogênese e direciona a terapêutica e prognóstico. As malformações müllerianas são um grupo amplo de anomalias que variam de paciente para paciente. Portanto, sua abordagem também é individual, devendo-se considerar os aspectos anatômicos, clínicos e o desejo da paciente.

Palavras-chave : Anormalidades urogenitais; Ductos de Müller; Desenvolvimento embrionário; Laparoscopia; Infertilidade; Ginecologia.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês