SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.129 issue6The influence of lower-limb dominance on postural balancePrimary epidermoid carcinoma of the breast presenting as a breast abscess and sepsis author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Sao Paulo Medical Journal

Print version ISSN 1516-3180

Abstract

IMOTO, Aline Mizusaki et al. Efetividade da estimulação elétrica na reabilitação pós-lesões ligamentares e meniscais: uma revisão sistemática. Sao Paulo Med. J. [online]. 2011, vol.129, n.6, pp. 414-423. ISSN 1516-3180.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31802011000600008.

CONTEXTO E OBJETIVO: A estimulação elétrica (ES) é amplamente utilizada para fortalecimento muscular após lesões ligamentares ou meniscais do joelho. O objetivo deste estudo foi avaliar a efetividade da ES na reabilitação de lesões de tecidos moles do joelho tratadas de forma cirúrgica ou conservadora. TIPO DE ESTUDO E LOCAL: Revisão sistemática no Centro Cochrane do Brasil. MÉTODOS: Realizamos uma busca no Cochrane Central Register of Controlled Trials (2010, Issue 12), Medline (Medical Analysis and Retrieval System Online) via PubMed (1966 até dezembro 2010), Embase (Excerpta Medica Database, de 1980 até dezembro 2010), Lilacs (Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde, de 1982 até dezembro de 2010), and PEDro (Physiotherapy Evidence Database, de 1929 até dezembro de 2010). Os estudos incluídos foram ensaios clínicos randomizados que utilizaram a ES com o objetivo de aumento de força muscular na reabilitação de pacientes com lesões de tecidos moles. Dois autores avaliaram os estudos para inclusão de forma independente e realizaram a extração de dados e avaliação da qualidade metodológica. RESULTADOS: Dezessete estudos incluídos utilizaram a ES após a reconstrução do ligamento cruzado anterior e dois estudos após meniscectomia. Houve melhora estatisticamente significante na força do quadríceps através da ES (diferença média, MD -32.7; 95% intervalo de confiança, IC -39.92 to -25.48; n = 56) e nos desfechos funcionais (MD -7; -12.78 to -1.22; n = 43), seis a oito semanas após cirurgia de reconstrução do ligamento cruzado anterior. CONCLUSÃO: Há evidências de que a ES combinada a exercícios de reabilitação convencional pode ser efetiva na melhora da força muscular e função dois meses após cirurgia

Keywords : Terapia por estimulação elétrica; Reabilitação; Articulação do joelho; Traumatismos do joelho; Modalidades de fisioterapia.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English