SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.132 issue5Audiometric thresholds and auditory processing in children with early malnutrition: a retrospective cohort study author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Sao Paulo Medical Journal

Print version ISSN 1516-3180

Abstract

CAMPOS, Regis Albuquerque et al. Icatibanto, um inibidor de receptor 2 de bradicinina, para ataques de angioedema hereditário: estudo experimental prospectivo de coorte sem grupo controle. Sao Paulo Med. J. [online]. 2014, vol.132, n.5, pp.261-265.  Epub July 22, 2014. ISSN 1516-3180.  http://dx.doi.org/10.1590/1516-3180.2014.1325652.

CONTEXTO E OBJETIVO:

O angioedema hereditário (AEH) com deficiência de inibidor de C1 manifesta-se por episódios recorrentes de edema envolvendo pele, trato respiratório superior e gastrointestinal. Pode ser letal por asfixia. O objetivo foi avaliar a resposta à terapia dos ataques com icatibanto, inibidor do receptor de bradicinina, recentemente introduzido no Brasil.

TIPO DE ESTUDO E LOCAL:

Estudo experimental prospectivo de coorte, sem grupo controle, da eficácia e segurança do icatibanto em paciente com AEH.

MÉTODOS:

Pacientes com diagnóstico confirmado de AEH foram incluídos de acordo com os sintomas, independentemente do tempo de início do ataque. Icatibanto foi administrado segundo protocolo aprovado no Brasil. A gravidade do sintoma foi estabelecida continuamente e os eventos adversos foram monitorados.

RESULTADOS:

24 ataques em 20 pacientes com AEH foram tratados (19 F:1 M; 19-55 anos; mediana 29 anos). Os sintomas foram: edema subcutâneo (22/24), dor abdominal (15/24) e obstrução de vias aéreas superiores (10/24). O tempo para o início do alívio foi: 5-10 minutos, 5/24 (20,8%); 10-20, 5/24 (20,8%); 20-30, 8/24 (33,4%); 30-60, 5/24 (20,8%) e 2 horas, 1/24 (4,3%). O tempo para a resolução completa variou de 4,3-33,4 horas. Somente efeitos adversos nos locais das injeções foram relatados. Eritema leve a moderado e/ou sensação de ardor foram relatados por 15/24 pacientes, prurido em 3, e 6 não tiveram efeitos adversos.

CONCLUSÃO:

Pacientes com AEH tipo I receberam icatibanto com pronta resposta; a maioria teve melhora na gravidade dos sintomas em 30 minutos. Eventos adversos locais ocorreram em 75% dos pacientes.

Keywords : Angioedemas hereditários; Proteína inibidora do complemento C1; Terapêutica; Receptores da bradicinina; Bradicinina.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )