SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.132 issue5Leadership, management and teamwork learning through an extra-curricular project for medical students: descriptive studyComorbidity between Klinefelter syndrome and diaphragmatic hernia. A case report author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Sao Paulo Medical Journal

Print version ISSN 1516-3180

Abstract

GENZINI, Tercio et al. Autotransplante renal para tratamento de aneurisma de artéria renal: relato de caso. Sao Paulo Med. J. [online]. 2014, vol.132, n.5, pp.307-310.  Epub July 29, 2014. ISSN 1516-3180.  http://dx.doi.org/10.1590/1516-3180.2014.1325678.

CONTEXTO:

O aneurisma de artéria renal (AAR) é incomum e, em geral, assintomático, mas podem ocorrer complicações como rotura ou embolia de trombos do aneurisma com consequente infarto renal. A maioria dos achados clínicos é encontrada acidentalmente por exames de imagem na investigação de outras doenças. O autotransplante renal (ATR) constitui-se em alternativa de tratamento de AAR com resultados satisfatórios descritos na literatura.

RELATO DE CASO:

Paciente masculino, 48 anos, com histórico de hipertensão arterial sistêmica, plaquetopenia e esquistossomose hepatoesplênica avançada. Referia dor lombar direita que após exames de imagem (tomografia computadorizada e angiotomografia) revelou AAR direita com 2,5 cm de diâmetro não tratável por via endovascular após avaliação da equipe de cirurgia vascular. O tratamento realizado foi uma nefrectomia aberta direita com preservação renal em solução, seguida de aneurismectomia, sutura da artéria lesada e reimplante do rim na fossa ilíaca direita com anastomoses dos vasos ilíacos e do ureter. O tempo cirúrgico e de isquemia renal foram de 385 e 140 minutos, respectivamente. Recebeu alta hospitalar no vigésimo dia do pós-operatório, com concentrações de creatinina de 1,4 mg/dL, ureia de 41 mg/dL, volume urinário de 1400 mL/24 h e ascite tratada com diuréticos.

CONCLUSÃO:

O ATR está indicado basicamente em três casos: reconstrução extracorpórea de aneurismas complexos do pedículo renal, lesão ureteral extensa e cirurgia conservadora de câncer renal em pacientes com único rim. Este estudo apresenta caso de paciente com doença hepática avançada e AAR intratável por método endovascular e tratado com sucesso por ATR.

Keywords : Aneurisma; Artéria renal; Transplante; Cirurgia geral; Rim.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )