SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 issue6Effect of establishment methods of brachiaria and stylosanthes, limestone, gypsum and phosphorus on some forage nutritional componentsGenetic parameters and trend for goat milk production in Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Zootecnia

On-line version ISSN 1806-9290

Abstract

SCHEFFER-BASSO, Simone Meredith et al. Comportamento de leguminosas (Adesmia, Lotus, Trifolium) em mistura com festuca. R. Bras. Zootec. [online]. 2002, vol.31, n.6, pp. 2197-2203. ISSN 1806-9290.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-35982002000900006.

A introdução de leguminosas hibernais é uma das práticas mais importantes para incrementar a quantidade, a qualidade e a sustentabilidade de pastagens perenes no Sul do Brasil. Durante os anos de 2000 e 2001, foi avaliado o comportamento de seis leguminosas temperadas (Adesmia latifolia - nativa, Lotus corniculatus, L. subbiflorus, L. uliginosus e Trifolium repens - cv. Yi e Regal), em mistura com festuca (Festuca arundinacea). Entre a semeadura e o último corte decorreram 475 dias, sendo realizados seis cortes: no outono-inverno/2000, foi feito um corte; na primavera-verão, três e, no outono-inverno/2001, dois cortes. Os intervalos entre cortes variaram entre 43 a 91 dias, sendo menores na estação estival. No total do período experimental obtiveram-se, na média das misturas, 15.038 kg/ha de MS, sendo que, na primavera-verão foram produzidos cerca de 54% desse total, com taxa de crescimento média de 46 kg/ha/dia de MS. Nos meses de outono-inverno de 2000 e 2001, foram obtidas taxas de 22 e 24 kg/ha/dia de MS. O cornichão e o trevo-branco cv. Yi foram as leguminosas mais produtivas, sendo que a primeira destacou-se na primavera-verão (3.500 kg/ha de MS) e a última participou com 86,3% na mistura no outono-inverno/2001, com 2.300 kg/ha de MS. As misturas contendo essas leguminosas apresentaram a menor quantidade de invasoras e produziram, respectivamente, 13.663 e 11.184 kg/ha de MS, sendo 82 e 71% desses totais compostos das leguminosas, festuca e azevém. A. latifolia não teve bom estabelecimento e sua participação foi de 0,84% no primeiro corte. L. subbiflorus teve uma boa participação no primeiro ano (37%), mas desapareceu no segundo ano. L. uliginosus mostrou boa persistência, produzindo 1.400 kg/ha de MS no outono/2001.

Keywords : misturas; estabelecimento.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese