SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 issue5Morphophysiological and agronomic characterization of Paspalum dilatatum Poir. biotype Virasoro and Festuca arundinacea Schreb: 1. Morphological developmentTillering, leaf area and Mombaçagrass root system in response to nitrogen and potassium combinations author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Zootecnia

On-line version ISSN 1806-9290

Abstract

COSTA, Deise Isabel da; SCHEFFER-BASSO, Simone Meredith; FAVERO, Daniela  and  FONTANELI, Roberto Serena. Caracterização morfofisiológica e agronômica de Paspalum dilatatum Poir. biótipo Virasoro e Festuca arundinacea Schreb: 2. Disponibilidade de forragem e valor nutritivo. R. Bras. Zootec. [online]. 2003, vol.32, n.5, pp.1061-1067. ISSN 1806-9290.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-35982003000500005.

Este trabalho foi conduzido com o objetivo de avaliar o potencial forrageiro de Paspalum dilatatum Poir. biótipo Virasoro e Festuca arundinacea Schreb., exótica e hibernal na região sul do Brasil. Foi colhida mensalmente a parte aérea de plantas individuais, cultivadas no campo durante 12 meses e avaliadas quanto à disponibilidade de massa seca (DMS), proteína bruta (PB), fibra detergente neutro (FDN) e fibra detergente ácido (FDA). O virasoro apresentou ciclo estacional, com a maior DMS na primavera/verão (98 g MS/planta), enquanto a festuca teve a maior DMS no inverno/primavera (100 g MS/planta). O virasoro mostrou teores mais elevados de PB nas folhas (19,09%) em relação à festuca (17,8%), mas essa apresentou menor conteúdo de FDA (29%) em relação ao virasoro (43%); para FDN nas folhas não houve diferença entre as espécies, com médias de 62%. No colmo, as diferenças foram apenas no outono (festuca=19,9%; virasoro=73,9%). O biótipo Virasoro não foi infectado por Claviceps paspali, que comumente ocorre em P. dilatatum, indicando resistência ao fungo. O biótipo Virasoro detém características desejáveis como planta forrageira, sendo uma boa opção para a estação quente.

Keywords : fibra; massa de forragem; proteína.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License