SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 issue5Agronomic characteristics and chemical composition of eight sorghum hybrids [Sorghum bicolor (L.) Moench]Random regression test-day models for milk yield records, with different structure of residual variances author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Zootecnia

On-line version ISSN 1806-9290

Abstract

BASTOS, Guilherme de Medeiros et al. Indução hormonal da ovulação e desmame precoce na fertilidade pós-parto de vacas de corte homozigotas e heterozigotas para o microssatélite BMS3004. R. Bras. Zootec. [online]. 2003, vol.32, n.5, pp. 1093-1103. ISSN 1806-9290.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-35982003000500009.

O objetivo deste experimento foi comparar a eficiência de um programa hormonal associado ao desmame temporário por 96 horas na indução do estro e ovulação com o desmame definitivo aos 60 dias em vacas de corte. Foram utilizadas 183 vacas de corte amamentando, das raças Charolês (C), Nelore (N) e suas cruzas recíprocas, as quais foram genotipadas como homozigotas (HOM) ou heterozigotas (HET) para o microssatélite (STR) BMS3004, que está localizado no mesmo cromossomo do gene da cadeia b do LH. Entre 60 e 80 dias pós-parto (dia 0), as vacas foram distribuídas em dois grupos. No grupo indução hormonal (IH), as vacas (n=87) receberam (dia 0) 250 mg de acetato de medroxiprogesterona por 8 dias, 2,5 mg de benzoato de estradiol (dia 1) e 500 UI de gonadotrofina coriônica eqüina (dia 7). No dia 8, os bezerros foram desmamados por 96 horas. No mesmo dia (dia 8), as vacas (n=96) do outro grupo apenas foram submetidas ao desmame definitivo (grupo DP). Após, procedeu-se 4 dias de inseminação artificial (IA) e, passado esse período, foram entouradas. O primeiro diagnóstico de gestação (DG) foi realizado 60 dias após o período de IA e, o segundo, 60 dias após o final do entoure. As taxas de estro foram maiores nas vacas do grupo IH em relação as do grupo DP. As vacas com condição corporal 2,5 e 3,0 apresentaram menores percentuais de prenhez ao 1ºDG no grupo IH (29,6 e 46,4%) em relação ao grupo DP (56,0 e 72,2%). Os percentuais de prenhez das vacas com índice corporal 65-73 não diferiram entre os grupos IH e DP. As vacas N do grupo IH, apresentaram menor percentual de prenhez ao 1ºDG que as F1 (27,7 vs. 64,2%), mas não diferiram em relação às C (40,0%). No grupo IH, o percentual de prenhez ao 2ºDG foi menor nas vacas HOM do que nas HET. O desmame definitivo precoce mostrou-se mais eficaz no incremento dos percentuais de prenhez em vacas de corte.

Keywords : indução hormonal; pós-parto; condição corporal; índice corporal; marcador molecular; polimorfismo de DNA.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese