SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 issue5Agronomic characteristics and chemical composition of eight sorghum hybrids [Sorghum bicolor (L.) Moench]Random regression test-day models for milk yield records, with different structure of residual variances author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Zootecnia

On-line version ISSN 1806-9290

Abstract

BASTOS, Guilherme de Medeiros et al. Indução hormonal da ovulação e desmame precoce na fertilidade pós-parto de vacas de corte homozigotas e heterozigotas para o microssatélite BMS3004. R. Bras. Zootec. [online]. 2003, vol.32, n.5, pp.1093-1103. ISSN 1806-9290.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-35982003000500009.

O objetivo deste experimento foi comparar a eficiência de um programa hormonal associado ao desmame temporário por 96 horas na indução do estro e ovulação com o desmame definitivo aos 60 dias em vacas de corte. Foram utilizadas 183 vacas de corte amamentando, das raças Charolês (C), Nelore (N) e suas cruzas recíprocas, as quais foram genotipadas como homozigotas (HOM) ou heterozigotas (HET) para o microssatélite (STR) BMS3004, que está localizado no mesmo cromossomo do gene da cadeia b do LH. Entre 60 e 80 dias pós-parto (dia 0), as vacas foram distribuídas em dois grupos. No grupo indução hormonal (IH), as vacas (n=87) receberam (dia 0) 250 mg de acetato de medroxiprogesterona por 8 dias, 2,5 mg de benzoato de estradiol (dia 1) e 500 UI de gonadotrofina coriônica eqüina (dia 7). No dia 8, os bezerros foram desmamados por 96 horas. No mesmo dia (dia 8), as vacas (n=96) do outro grupo apenas foram submetidas ao desmame definitivo (grupo DP). Após, procedeu-se 4 dias de inseminação artificial (IA) e, passado esse período, foram entouradas. O primeiro diagnóstico de gestação (DG) foi realizado 60 dias após o período de IA e, o segundo, 60 dias após o final do entoure. As taxas de estro foram maiores nas vacas do grupo IH em relação as do grupo DP. As vacas com condição corporal 2,5 e 3,0 apresentaram menores percentuais de prenhez ao 1ºDG no grupo IH (29,6 e 46,4%) em relação ao grupo DP (56,0 e 72,2%). Os percentuais de prenhez das vacas com índice corporal 65-73 não diferiram entre os grupos IH e DP. As vacas N do grupo IH, apresentaram menor percentual de prenhez ao 1ºDG que as F1 (27,7 vs. 64,2%), mas não diferiram em relação às C (40,0%). No grupo IH, o percentual de prenhez ao 2ºDG foi menor nas vacas HOM do que nas HET. O desmame definitivo precoce mostrou-se mais eficaz no incremento dos percentuais de prenhez em vacas de corte.

Keywords : indução hormonal; pós-parto; condição corporal; índice corporal; marcador molecular; polimorfismo de DNA.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License