SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 issue5Utilization of roasted whole soybean for lactating cows feeding, grazing coastcross-1 (Cynodon dactylon, L Pers.)Decreasing dietary cation-anion balances in Holstein cows author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Zootecnia

On-line version ISSN 1806-9290

Abstract

CABRAL, Luciano da Silva et al. Composição químico-bromatológica, produção de gás, digestibilidade in vitro da matéria seca e NDT estimado da silagem de sorgo com diferentes proporções de panículas. R. Bras. Zootec. [online]. 2003, vol.32, n.5, pp. 1250-1258. ISSN 1806-9290.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-35982003000500028.

Foram objetivos do presente trabalho avaliar as alterações na composição bromatológica, nas frações nitrogenadas e de carboidratos, estimar a taxa de digestão dos carboidratos fibrosos (CF) e não-fibrosos (CNF), determinar a digestibilidade in vitro da matéria seca (DIVMS) e estimar o NDT da silagem de sorgo com as seguintes proporções de panículas: 0, 20, 40, 60, 80 e 100%. Foram determinados os teores de matéria seca (MS), proteína bruta (PB), extrato etéreo (EE), matéria mineral (MM), fibra em detergente neutro (FDN), as frações protéicas: NNP, B1+B2, B3 e C, e os carboidratos não fibrosos (CNF) e as frações B2 e C dos carboidratos totais. As taxas de digestão das frações dos carboidratos totais foram estimadas por meio da técnica de produção de gás, a digestibilidade in vitro da matéria seca (DIVMS) pela técnica de dois estágios e o NDT estimado pela composição bromatológica. O acréscimo de panículas à silagem de sorgo aumentou linearmente os teores de MS, PB, CNF, EE e lignina na FDN e, reduziu os teores de MM e FDN. O NNP e as frações B1+B2, B3 e C variaram de 9,19 a 21,24, de 67,63 a 75,98, de 3,85 a 6,09 e de 5,09 a 10,98% do N total. Os teores dos CNF aumentaram linearmente e da fração B2 dos carboidratos totais foram reduzidos, os quais variaram de 208,18 a 564,07 e de 381,29 a zero g/kg de MS, respectivamente. As taxas de digestão dos CNF e da fração B2 variaram de 0,1358 a 0,1563h-1 e de 0,0247 a 0,0294 h-1. O volume final de gás não foi influenciado pela adição de panículas e a DIVMS máxima de 69,52% foi obtida com 60,10% de panículas. Embora o NDT estimado tenha aumentado linearmente, considerando a não alteração da produção de gás e o comportamento quadrático da DIVMS, pode-se inferir que a utilização destas estimativas não parece adequada.

Keywords : cinética; digestão; frações protéicas e carboidratos.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese