SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 issue5Chemical composition, gas production, in vitro dry matter digestibility and TDN estimate of sorghum silage with different panicle proportionsRuminal fermentation parameters in bovines feeding high moisture grain sorghum or corn silages author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Zootecnia

On-line version ISSN 1806-9290

Abstract

LEITE, Laudí Cunha; ANDRIGUETTO, José Luciano; PAULA, Meiby Carneiro de  and  ROCHA, Rita Maria Venancio Mangrich. Diferentes balanços catiônicos-aniônicos da dieta de vacas da raça Holandesa. R. Bras. Zootec. [online]. 2003, vol.32, n.5, pp. 1259-1265. ISSN 1806-9290.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-35982003000500029.

Os objetivos deste trabalho foram avaliar os efeitos de três dietas, com balanços catiônicos-aniônicos da dieta (BCAD) de +122,1, -8,8 e -110,4 mEq/kg de MS, fornecidas durante quatro semanas antes do parto para os grupos 1, 2 e 3, respectivamente, sobre as concentrações de cálcio iônico (CaI) e cálcio total (CaT) plasmáticos, a incidência de hipocalcemia subclínica e o pH urinário. Foram utilizadas 21 vacas em um delineamento experimental inteiramente casualizado no esquema de parcela subdividida, com sete repetições. As amostras de plasma foram colhidas no início da dieta, até 12 horas após o parto e com 1, 2, 3 e 7 dias depois do parto, denominadas de períodos de colheitas 1, 2, 3, 4, 5 e 6, respectivamente. As amostras de urina foram colhidas semanalmente e agrupadas em três períodos para a análise, sendo o período 1 correspondente ao início do experimento e os períodos 2 e 3 as colheitas realizadas entre 20 e 11 dias e entre 10 e 1 dias antes do parto, respectivamente. Não houve diferença na incidência de hipocalcemia subclínica entre os grupos. Os níveis de CaI e CaT plasmáticos diferiram significativamente entre os períodos de colheitas. O dia do parto teve os menores valores de CaT (7,52 mg/dL) e de CaI (3,974 mg/dL). O pH urinário diferiu significativamente entre as dietas, períodos de colheitas e interação dieta e períodos de colheitas. O grupo 3 apresentou o menor valor de pH urinário no período de colheita 2 (7,238) em relação ao período 1 (8,094) e em relação ao grupo 1 (8,045) para o mesmo período. O fornecimento da dieta aniônica não teve efeito sobre as concentrações de CaI e CaT, reduziu o pH urinário e não impediu a ocorrência de hipocalcemia subclínica.

Keywords : dieta aniônica; paresia da parturiente; período de transição; vacas secas.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese