SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 issue5Intake and apparent total tract digestibility in cattle supplemented with fibrolytic enzymesFeeding supplements with different crude protein levels to dairy crossbreed steers on pasture during the transition period between the dry and rainy season author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Zootecnia

Print version ISSN 1516-3598On-line version ISSN 1806-9290

Abstract

MATTOS, Carla Wanderley et al. Características de carcaça e dos componentes não-carcaça de cabritos Moxotó e Canindé submetidos a dois níveis de alimentação. R. Bras. Zootec. [online]. 2006, vol.35, n.5, pp.2125-2134. ISSN 1516-3598.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-35982006000700033.

Foram utilizados 22 cabritos não-castrados (10 Moxotó e 12 Canindé com peso médio inicial de 15 kg) confinados em baias individuais. Os animais foram distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado, em arranjo fatorial 2 x 2 (duas raças e dois níveis de alimentação: AV = à vontade e AR = 30% de restrição). Foram avaliados os rendimentos de carcaça quente (RCQ), verdadeiro (RV) e comercial (RC), os cortes da carcaça e o rendimento dos componentes não-carcaça em relação ao peso do corpo vazio (PCV). Cabritos alimentados à vontade apresentaram maiores RCQ e RC e porções comestíveis da carcaça. O rendimento verdadeiro não foi influenciado pelo maior nível de alimentação. Após o abate e resfriamento da carcaça, foram feitos os seguintes cortes: pescoço, paleta, costelas (1ª-5ª), costelas (6ª-13ª), lombo, perna e baixo. Apesar do maior peso (kg) dos cortes dos animais alimentados AV, não foi observada diferença entre seus rendimentos em relação ao peso da carcaça fria. O rendimento da perna foi afetado pelo nível de alimentação, sendo menor para os grupos com nível de alimentação AV. Os rendimentos do fígado, da cabeça e do trato gastrintestinal foram influenciados pelo nível de alimentação. A raça não foi determinante de diferenças nas características de carcaça e dos componentes não-carcaça, assim como no rendimento dos cortes quando o peso e o tamanho à maturidade foram semelhantes. A restrição alimentar afetou o desenvolvimento e a deposição de tecidos nos animais, resultando em menores rendimentos e quilogramas de carcaça fria a ser comercializada.

Keywords : caprinos; carne; cortes comerciais; rendimento; vísceras.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License