SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 issue6A study of the genotype × environment interaction for growth traits in beef cattle using Bayesian inferenceTrue digestible amino acids of protein meals determined in cecectomized roosters author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Zootecnia

Print version ISSN 1516-3598On-line version ISSN 1806-9290

Abstract

RAMOS, Alessandra de Almeida et al. Efeito do transporte no desenvolvimento de embriões bovinos cultivados in vitro a fresco ou reaquecidos após vitrificação. R. Bras. Zootec. [online]. 2006, vol.35, n.6, pp.2285-2289. ISSN 1516-3598.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-35982006000800012.

Avaliou-se a viabilidade de embriões bovinos cultivados in vitro, a fresco ou reaquecidos após vitrificação, depois de transportados por 6 ou 12 horas. Oócitos obtidos de folículos de ovários coletados em matadouro foram maturados, fecundados e cultivados in vitro. Após sete dias de cultivo, blastocistos com grau de qualidade I e II (segundo o manual da IETS-1998) foram selecionados, envasados em OPS (open pulled straws) e vitrificados em nitrogênio líquido. O reaquecimento foi realizado a 39ºC pela passagem em soluções de HM com concentrações decrescentes de sacarose (0,25M - 0,15M) por cinco minutos em cada solução. Foram avaliados três tratamentos - V0: embriões vitrificados, reaquecidos e cultivados in vitro (n=25); V6: embriões vitrificados, transportados por 6 horas (simulação em palhetas), reaquecidos e cultivados in vitro (n=29); e V12: embriões vitrificados, transportados por 12 horas, reaquecidos e cultivados in vitro - comparados, cada um, a um tratamento controle, com embriões a fresco-C0: embriões a fresco cultivados in vitro (n=26); C6: embriões a fresco cultivados in vitro após 6 horas de transporte (n=30); e C12: embriões a fresco cultivados in vitro após 12 horas de transporte (n=30). Os embriões foram co-cultivados com células da granulosa em microgotas de TCM 199 acrescido de SFB. Foram avaliadas as taxas de re-expansão e eclosão após 48 horas de cultivo. A análise foi realizada pelo teste do qui-quadrado. As taxas de re-expansão entre os grupos V0, V6 e V12 não diferiram, assim como as taxas de eclosão entre os embriões vitrificados e os controles. As taxas de eclosão, no entanto, diferiram entre os embriões submetidos à vitrificação e os controles. Embriões bovinos produzidos in vitro podem ser transportados a fresco ou vitrificados por períodos de até 12 horas, pois possibilitam taxas de eclosão satisfatórias.

Keywords : criopreservação; DMSO; produção in vitro de embriões.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License