SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 número6Desempenho, balanço e retenção de nutrientes e biometria dos órgãos digestivos de frangos de corte alimentados com diferentes níveis de proteína na ração pré-inicialCaracterísticas da carcaça e da carne de novilhos mantidos em pastagem de capim-marandu submetidos a diferentes estratégias de suplementação índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Zootecnia

versão impressa ISSN 1516-3598versão On-line ISSN 1806-9290

Resumo

UTIYAMA, Carlos Eduardo et al. Efeitos de antimicrobianos, prebióticos, probióticos e extratos vegetais sobre a microbiota intestinal, a freqüência de diarréia e o desempenho de leitões recém-desmamados. R. Bras. Zootec. [online]. 2006, vol.35, n.6, pp.2359-2367. ISSN 1516-3598.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-35982006000800023.

Objetivou-se estudar os efeitos de probióticos, prebióticos e extratos vegetais como alternativas aos agentes antimicrobianos (promotores do crescimento), sobre a microbiota intestinal, a ocorrência de diarréia e o desempenho de leitões desmamados. Foram realizados dois experimentos em blocos casualizados, nos quais foram testados, durante 35 dias, cinco tratamentos: controle - ração basal; antimicrobiano - ração basal com 50 ppm de bacitracina de zinco + 50 ppm de olaquindox; probiótico - ração basal com 1.300 ppm de probiótico à base de Bacillus subtilis e Bacillus licheniformis; prebiótico - ração basal com 3.000 ppm de mananoligossacarídeo; extrato vegetal - basal com 500 ppm de extrato vegetal (alho, cravo, canela, pimenta, tomilho, cinamaldeído e eugenol). No Experimento 1, foram utilizados 40 leitões (idade inicial de 21 dias), alocados em 20 baias suspensas, cada uma com dois leitões (um macho castrado e uma fêmea - unidade) e quatro repetições por tratamento. No 35º dia do período experimental, um animal de cada unidade experimental foi abatido para coleta de amostras de conteúdo do jejuno/íleo para análise microbiológica. No Experimento 2, foram utilizados 120 leitões, compondo 12 repetições por tratamento e dois animais (um macho castrado e uma fêmea) por unidade experimental. A freqüência de diarréia foi avaliada diariamente. Nenhum dos tratamentos foi eficaz em alterar a microbiota intestinal e a ocorrência de diarréia. Os agentes antimicrobianos melhoraram o ganho diário nos períodos de 15 a 35 (+22%) e de 1 a 35 (+21,4%) dias de experimentação. O probiótico e os extratos vegetais não promoveram benefício ao desempenho dos animais. O prebiótico, por sua vez, proporcionou desempenho equivalente ao tratamento antimicrobiano nos primeiros 14 dias experimentais, mas não melhorou a conversão alimentar.

Palavras-chave : desempenho; leitões recém-desmamados; microbiota intestinal; promotores de crescimento.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons