SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 issue6Influence of irrigation on the availability, chemical composition, digestibility and intake of mombaçagrass and napiergrassEffects of castration and slaughtering age on the subjective and instrumental characteristics of meat from Corriedale lambs author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Zootecnia

Print version ISSN 1516-3598On-line version ISSN 1806-9290

Abstract

PILAU, Alcides  and  LOBATO, José Fernando Piva. Recria de bezerras com suplementação no outono e pastagem cultivada no inverno. R. Bras. Zootec. [online]. 2006, vol.35, n.6, pp.2388-2396. ISSN 1516-3598.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-35982006000800027.

Avaliou-se o desenvolvimento de bezerras de corte de diferentes rebanhos submetidas no pós-desmame a níveis de suplementação em pastagem nativa no outono e em pastejo em aveia preta (Avena strigosa Schreb) e azevém (Lolium multiflorum Lam) durante o inverno, em um período total de 135 dias. Foram utilizadas 118 bezerras com sete meses de idade em maio de 2003, provenientes de três rebanhos distintos: R1 e R2 - bezerras Aberdeen Angus; RG - bezerras mestiças Aberdeen Angus. Os níveis de suplementação foram 0,7; 1,0 e 1,3% do PV. Na pastagem cultivada os animais ficaram em grupo único. Foram avaliados o PV, a condição corporal (CC), o ganho de peso médio diário (GMD), o ganho de condição corporal (GCC) e o crescimento relativo (CR). Não houve interação níveis de suplementação ´ rebanho. Durante o outono em pastagem nativa, as bezerras suplementadas com 1,3% do PV tiveram maior GMD (0,405 kg) em relação às de 0,7% do PV (0,300 kg). Na pastagem cultivada, o GMD não diferiu entre os níveis de suplementação do outono, com média de 0,820 kg. Considerando os diferentes rebanhos, os animais RG tiveram sempre PV e CC superiores aos demais. As bezerras do R1, com menor PV e CC inicial, igualaram-se às do R2 ao final do período hibernal. As bezerras R1 tiveram maior CR (77,1% do PV e 32,4% da CC) em relação as do R2 e RG, as quais tiveram em média 57,1% do PV e 14,7% da CC. As variáveis PV e CC iniciais foram altamente correlacionadas (r=0,811), entretanto, não tiveram correlação com GMD durante a recria. O PV e a CC final foram determinados pelo PV inicial e pelo GMD durante a recria. As bezerras mais pesadas à desmama não foram necessariamente as mais pesadas aos 12/13 meses de idade.

Keywords : condição corporal; crescimento relativo; desempenho; pastagem nativa.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License