SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 issue6Urea in diets of steers: intake, digestibility, performance, carcass traits and microbial yieldIntake, ruminal metabolism, and digestibility of nutrients in steers fed diets containing corn or sorghum silages with and without microbial inoculant author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Zootecnia

Print version ISSN 1516-3598On-line version ISSN 1806-9290

Abstract

PINA, Douglas dos Santos et al. Efeitos de indicadores e dias de coleta na digestibilidade dos nutrientes e nas estimativas do valor energético de alimentos para vacas alimentadas com diferentes fontes de proteína. R. Bras. Zootec. [online]. 2006, vol.35, n.6, pp.2461-2468. ISSN 1516-3598.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-35982006000800036.

Foram utilizadas 12 vacas da raça Holandesa, entre puras e mestiças, distribuídas em três quadrados latinos 4 x 4, organizados de acordo com os dias em lactação, com o objetivo de avaliar o efeito de dois períodos de coleta de fezes (dois ou seis dias), em intervalos de 26 horas, e de dois indicadores (fibra em detergente neutro indigestível (FDNi) ou fibra insolúvel em detergente ácido indigestível (FDAi)) na estimativa da excreção de matéria seca fecal (EMSF), do coeficiente de digestibilidade dos nutrientes e dos teores de NDT. Avaliou-se também a eficiência do conjunto de equações somativas propostas pelo NRC (2001) para estimar o valor energético dos alimentos utilizando-se 60% de silagem de milho com base da MS total das dietas. Os concentrados foram constituídos de diferentes fontes protéicas (FS - farelo de soja; FA38 - farelo de algodão 38%PB; FA28 - farelo de algodão 28%PB e FSU - farelo de soja + 5% de uréia/sulfato de amônia na MS do concentrado). Não foram observados efeitos dos dias de coleta de fezes e dos indicadores sobre as estimativas da EMSF, dos coeficientes de digestibilidade dos nutrientes e dos teores de NDT. As equações propostas pelo NRC (2001) subestimaram os consumos de CNF e EE digestíveis e NDT e superestimaram os de FDN e PB digestíveis. Dois dias de coleta de fezes são suficientes para estimativa da digestibilidade dos nutrientes e, conseqüentemente, do consumo de NDT. A FDNi foi o indicador mais preciso para estimar a excreção de MS fecal. As equações propostas pelo NRC (2001) não foram adequadas para estimar o valor energético dos alimentos em condições tropicais.

Keywords : consumo; energia; farelo de algodão; farelo de soja; leite; uréia.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License