SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 número4Suplementação de vitaminas e minerais orgânicos e sua ação sobre a imunocompetência de frangos de corte submetidos a estresse por calorHidrolisados protéicos de mucosa intestinal, levedura e proteína isolada de soja em dietas com leite em pó integral para leitões desmamados índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Zootecnia

versão impressa ISSN 1516-3598versão On-line ISSN 1806-9290

Resumo

RODRIGUES, Kênia Ferreira et al. Desempenho e rendimento de carcaça de frangos de corte no período de 22 a 42 dias de idade alimentados com dietas contendo diferentes relações lisina digestível: proteína bruta. R. Bras. Zootec. [online]. 2008, vol.37, n.4, pp.645-652. ISSN 1516-3598.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-35982008000400009.

Objetivou-se avaliar o desempenho e as características de carcaça de frangos de corte no período de 22 a 42 dias alimentados com rações formuladas com diferentes relações lisina digestível:proteína bruta (PB). O delineamento foi inteiramente casualizado, segundo um modelo com dois critérios de classificação hierárquica. Foram utilizados 1.200 pintos de corte machos, linhagem Cobb, criados até 21 dias de idade. Depois desse período, as aves foram uniformizadas por peso (média de 879 ± 17 g) e distribuídas nas parcelas experimentais. As dietas foram isonutritivas, exceto quanto aos níveis de PB e lisina digestível, formuladas com dois níveis de PB (17,0 e 19,5%) e cinco relações lisina digestível:PB, correspondendo a 5,9; 6,4; 6,9; 7,4 e 7,9% em relação à ração com 17,0% de PB e 5,3; 5,7; 6,1; 6,5 e 6,9% em relação à ração com 19,5% de PB. Cada ração experimental foi fornecida a 20 aves em cada uma das seis repetições. Aos 42 dias, avaliaram-se as características de desempenho (ganho de peso, consumo de ração e conversão alimentar), quando duas aves de cada parcela foram abatidas para determinação dos rendimentos de carcaça, de cortes e de gordura abdominal. O consumo de ração diminuiu e a conversão alimentar melhorou linearmente de acordo com as relações avaliadas no nível de 17,0% PB. Não houve efeito significativo dos dois níveis de PB utilizados sobre o ganho de peso e os rendimentos de carcaça e de partes. A gordura abdominal reduziu linearmente no nível de 19,5% de PB. As relações ideais foram de 5,9% para 17,0% PB e 5,3% para 19,5% PB. O nível de PB da dieta pode ser reduzido para 17,0%, pois essa redução não afeta o desempenho das aves.

Palavras-chave : aminoácidos digestíveis; aves; exigência; proteína ideal.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons