SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 número9Exigência de fósforo disponível para juvenis de tilápia-do-niloTécnicas de análises exploratórias em dados de cultivares de alfafa índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Zootecnia

versão impressa ISSN 1516-3598versão On-line ISSN 1806-9290

Resumo

AGUINAGA, Angelo Antonio Queirolo et al. Componentes morfológicos e produção de forragem de pastagem de aveia e azevém manejada em diferentes alturas. R. Bras. Zootec. [online]. 2008, vol.37, n.9, pp.1523-1530. ISSN 1516-3598.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-35982008000900002.

Avaliou-se a dinâmica de produção de forragem em pastagem de aveia-preta (Avena strigosa Schreb) e azevém (Lolium multiflorum Lam) manejada em diversas alturas de manejo com o objetivo de evidenciar as potencialidades dessa mistura em sistemas de integração lavoura-pecuária. Os tratamentos consistiram de quatro alturas de manejo da pastagem (10; 20; 30 e 40 cm), medidas com bastão graduado e avaliadas em blocos casualizados com três repetições. O método de pastejo foi contínuo, com taxa de lotação variável. Utilizaram-se bezerros de corte mestiços com 10 meses de idade e peso médio inicial de 210 kg, respectivamente. As características da pastagem estudadas foram: massa de forragem (MF); taxa de acúmulo de forragem (TAC); produção total de forragem (PTMS); e quantificação dos componentes morfológicos da pastagem (colmo, lâmina e material morto). A massa de forragem aumentou de forma linear de acordo com a altura do pasto, uma vez que, para cada cm de aumento na altura superior a 10 cm, a matéria seca aumentou aproximadamente 90 kg/ha. Não houve efeito das alturas da pastagem sobre a TAC ou sobre a PTMS, cujos valores médios foram de 66,8 kg/ha/dia de MS e 10.721 kg/ha de MS, respectivamente. A porcentagem de folhas de azevém foi maior que a de folhas de aveia nos três períodos de avaliação e, na altura de 10 cm, foi superior à obtida nas demais alturas na última avaliação (em torno de 20% da participação total da massa de forragem). A aveia apresenta rápido desenvolvimento inicial e diminuição na produção nos períodos posteriores de desenvolvimento.

Palavras-chave : altura do pasto; Avena strigosa; componentes morfológicos; Lolium multiflorum; massa de forragem; taxa de acúmulo.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons