SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.38 issue1Bio-economicity of the finishing phase on feedlot of crossbred young bulls slaughtered at different body weightsEstimation of fibrous compounds contents in ruminant feeds with bags made from different textiles author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Zootecnia

Print version ISSN 1516-3598On-line version ISSN 1806-9290

Abstract

PARIS, Wagner et al. Produção de novilhas de corte em pastagem de Coastcross-1 consorciada com Arachis pintoi com e sem adubação nitrogenada. R. Bras. Zootec. [online]. 2009, vol.38, n.1, pp.122-129. ISSN 1806-9290.  https://doi.org/10.1590/S1516-35982009000100016.

Este trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar a massa de forragem (MF), a taxa de acúmulo diário (TAD), a oferta de forragem (OF), a taxa de lotação (TL), a porcentagem de Arachis pintoi (PAR), o ganho médio diário (GMD) e o ganho por hectare (GPV/ha) de novilhas de corte em pastejo de Coastcross-1 consorciada com Arachis pintoi. Os consórcios avaliados foram: CA0 = coastcross + Arachis pintoi sem adubação nitrogenada; CA100 = coastcross + Arachis pintoi com 100 kg de nitrogênio; CA200 = coastcross + Arachis pintoi com 200 kg de nitrogênio; e C200 = coastcross com 200 kg de nitrogênio, distribuídos em delineamento de blocos ao acaso, com duas repetições. O manejo do pasto foi o de lotação continua com carga animal variável utilizando-se novilhas mestiças com três animais-testes por consórcio. A massa de forragem nas pastagens de coastcross + Arachis pintoi adubadas com 0, 100 e 200 kg de nitrogênio e na pastagem de coastcross adubada com 200 kg de nitrogênio foi de 2.641, 2.431, 2.760 e 2.704 kg de MS/ha, respectivamente. A taxa de acúmulo diário foi semelhante (66,12 kg de MS/ha) entre as pastagens; o verão foi a estação de maior produção, seguido da primavera, do outono, que não diferiram entre si, e do inverno (108,6; 71,1; 54,2; 30,6 kg de MS/ha, respectivamente). Na associação de coastcross + Arachis pintoi sem adubação nitrogenada, foram obtidas a maior oferta de forragem e a menor taxa de lotação (4,0 UA/ha). As maiores taxas de lotação e as menores ofertas de forragem foram observadas com a adubação nitrogenada. A porcentagem de Arachis pintoi foi maior na primavera e, na associação coastcross + Arachis pintoi sem adubação, as estimativas visuais foram sempre superiores às medidas, em virtude do baixo teor de matéria seca dessa leguminosa. O ganho médio diário foi maior no cultivo em consórcio e adubação com 200 kg de nitrogênio e na pastagem de coastcross em cultivo exclusivo com 200 kg de nitrogênio em comparação àquelas de coastcross + Arachis adubada com 100 kg de nitrogênio e sem adubação (0,51; 0,51; 0,42 e 0,38 kg/dia, respectivamente). Os ganhos anuais por hectare foram superiores a 1.000 kg/ha/ano e foram maiores no verão (221,4 kg/ha).

Keywords : bovino a pasto; desempenho animal; produção de massa de forragem; taxa de lotação.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License