SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 número1Características químicas e microbiológicas de silagens de cana-de-açúcar tratada com inoculantes microbianosAclimatação morfológica de forrageiras temperadas a padrões e níveis de sombreamento índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista Brasileira de Zootecnia

versão On-line ISSN 1806-9290

Resumo

DIFANTE, Gelson dos Santos et al. Desempenho e conversão alimentar de novilhos de corte em capim-tanzânia submetido a duas intensidades de pastejo sob lotação rotativa. R. Bras. Zootec. [online]. 2010, vol.39, n.1, pp. 33-41. ISSN 1806-9290.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-35982010000100005.

O experimento foi realizado para avaliar o valor nutritivo da forragem, o desempenho e a conversão alimentar de novilhos em pastos de Panicum maximum Jacq. cv. Tanzânia submetidos a duas intensidades de pastejo rotativo (resíduos de 25 e 50 cm), associadas a intervalo de pastejo correspondente ao tempo necessário para que o dossel forrageiro interceptasse 95% da luz incidente durante a rebrotação. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos completos casualizados, com duas repetições. Foram avaliados a altura do dossel pré-pastejo, os intervalos de pastejo, o ganho de peso individual, a conversão alimentar, a taxa de lotação e o ganho de peso por unidade de área. Pastos manejados com o resíduo 50 cm apresentaram maior número de ciclos de pastejo em relação àqueles manejados com resíduo de 25 cm. O maior ganho de peso médio diário foi registrado nos pastos manejados com 50 cm de resíduo (801 g/dia) em relação àqueles manejados com de 25 cm de resíduo (664 g/dia). Em contrapartida, a taxa de lotação foi mais alta nos pastos manejados com o resíduo 25 cm, fazendo com que os ganhos de peso por unidade de área fossem 601 e 559 kg/ha para os resíduos de 25 e 50 cm, respectivamente. O manejo do pasto visando altura de resíduo de 25 cm proporciona maiores ganhos de peso por unidade de área e maior uniformidade de produção e o resíduo de 50 cm promove maior ganho individual e maior número de ciclos de pastejo.

Palavras-chave : bovinos de corte; ganho de peso por unidade de área; ganho médio diário; manejo do pastejo; resíduo pós-pastejo; taxa de lotação.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português