SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 issue1Chemical and bromatological characteristics of elephant grass silages containing a mango by-productMorphologic and productive characteristics of tropical forage legumes under two harvest frequencies author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Zootecnia

On-line version ISSN 1806-9290

Abstract

ROTH, Anna Paula de Toledo Piza et al. Produção de silagens de cana-de-açúcar tratada com aditivos em diferentes tempos após a queima. R. Bras. Zootec. [online]. 2010, vol.39, n.1, pp. 88-96. ISSN 1806-9290.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-35982010000100012.

Objetivou-se estudar a ação do tempo após a queima do canavial e o uso de aditivos sobre as características fermentativas, as perdas e a composição química de silagens de cana-de-açúcar. A cultivar utilizada foi a IAC 86-2480 colhida em cinco tempos (1, 4, 7, 10 e 14 dias) pós-queima. Os aditivos utilizados foram controle, sem aditivos, Lactobacillus buchneri, cal virgem micropulverizada e Lactobacillus buchneri + cal virgem micropulverizada. Antes da ensilagem em cada tempo, foram determinadas as populações de leveduras presentes na cana-de-açúcar. Decorridos 56 dias após a ensilagem, os silos experimentais foram abertos. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado em esquema fatorial, considerando os fatores aditivos e tempo pós-queima. Houve recontaminação da cana-de-açúcar pelas leveduras, elevando a população de 5,04 para 6,48 log ufc/g de forragem. Os teores de matéria seca (MS) após a abertura do silo reduziram em média 7,6 unidades percentuais em comparação aos observados na ensilagem. As silagens controle e com Lactobacillus buchneri tiveram menores recuperações da matéria seca (613 e 631 g/kg, respectivamente), em comparação às observadas nas silagens com cal e com a combinação Lactobacillus buchneri + cal (807 g/kg e 832 g/kg, respectivamente), fato que pode ser justificado pelo controle de levedura pela cal. Após a queima, as maiores variações foram na produção de gás e na recuperação de matéria seca: a produção de gás foi maior nos primeiros dias e diminuiu com o tempo após a queima, consequentemente, a recuperação de MS foi menor nos primeiros dias e aumentou com o tempo após a queima. O tempo após a queima altera o valor nutritivo da cana-de-açúcar fresca e das suas silagens, assim como a magnitude das perdas no processo de ensilagem.

Keywords : cal micropulverizada; ensilagem; inoculante bacteriano; Lactobacillus buchneri.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English