SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 issue1Chemical composition, digestibility and in situ degradation of sheep diet on Tanzania grass with three defoliation frequenciesGenetic evaluation of Devon Cattle using a reaction norms model author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Zootecnia

On-line version ISSN 1806-9290

Abstract

VOLTOLINI, Tadeu Vinhas et al. Produção e composição do leite de vacas mantidas em pastagens de capim-elefante submetidas a duas frequências de pastejo. R. Bras. Zootec. [online]. 2010, vol.39, n.1, pp. 121-127. ISSN 1806-9290.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-35982010000100016.

Objetivou-se avaliar duas frequências de pastejo em pastagens de capim-elefante (Pennisetum purpureum Schum. cv. Cameroon): uma variável, determinada pela entrada dos animais na área a ser pastejada, quando o dossel atingisse 95% de interceptação da radiação fotossinteticamente ativa; e uma frequência fixa, de 26 dias. Utilizaram-se oito vacas com média de 124 dias em lactação, 516 kg de peso corporal e 17,5 kg de leite no início do experimento. O período experimental foi de 80 dias, divididos em quatro subperíodos de 20 dias. O delineamento experimental utilizado foi o cross-over. As frequências de pastejo não influenciaram a produção e composição do leite, o nitrogênio ureico no plasma, o escore de condição corporal e a variação de peso corporal. Entretanto, a taxa de lotação e a produção de leite por unidade de área foram maiores nas pastagens com intervalo de pastejo determinado pela interceptação de 95% da radiação fotossinteticamente ativa. Assim, a frequência de pastejo definida em intervalos variáveis por meio da interceptação da radiação fotossinteticamente ativa resulta em maior produção de leite por unidade de área.

Keywords : forragem; manejo do pastejo; pastagem; Pennisetum purpureum; produção de leite; vacas leiteiras.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese