SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.40 issue6In vitro degradation of neutral detergent fiber of low-quality tropical forage according to supplementation with true protein and (or) non-protein nitrogenEvaluation of non-linear models and the effects of primiparous cows and calves intake on the lactation curve of Nelore cows author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Zootecnia

On-line version ISSN 1806-9290

Abstract

FONTENELE, Rildson Melo et al. Consumo de nutrientes e comportamento ingestivo de cordeiros da raça Santa Inês alimentados com rações com diferentes níveis de energia metabolizável. R. Bras. Zootec. [online]. 2011, vol.40, n.6, pp.1280-1286. ISSN 1806-9290.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-35982011000600017.

Objetivou-se avaliar o consumo de nutrientes e o comportamento ingestivo de cordeiros da raça Santa Inês na fase de cria alimentados com diferentes níveis de energia metabolizável (EM). Foram utilizados 20 cordeiros não-castrados, com idade e peso corporal médio de 50 dias e 13,00 ± 0,56 kg, respectivamente, distribuídos em quatro tratamentos experimentais com diferentes níveis de energia metabolizável (2,08; 2,28; 2,47 e 2,69 Mcal de EM/kg de matéria seca), em delineamento em blocos casualizados, com cinco repetições. Como volumoso utilizou-se feno de capim-tifton adicionado à ração concentrada. Os níveis de energia metabolizável (EM) tiveram efeito linear sobre os consumos de matéria seca, matéria orgânica, proteína bruta, extrato etéreo, carboidratos não-fibrosos e nutrientes digestíveis totais, expressos em g/dia. O consumo de FDN, expresso em %PV e kg/PV0,75, decresceu linearmente com o aumento dos níveis de energia nas rações, devido à redução no teor de FDN na matéria seca total das rações. Os tempos de alimentação e mastigação total, expressos em hora/dia, diminuíram linearmente com os níveis energéticos das rações experimentais. Em compensação, o tempo de ócio aumentou linearmente e o de ruminação não foi influenciado pelos níveis energéticos das rações. O número de bolos ruminais, de mastigações merícicas e de mastigações merícicas por bolo ruminal e o tempo de mastigações merícicas por bolo ruminal não foram influenciados pelos níveis de energia metabolizável nas rações. O aumento dos níveis de energia metabolizável das rações influencia o consumo de nutrientes e o comportamento ingestivo de cordeiros da raça Santa Inês na fase de cria.

Keywords : ingestão; ócio; relação volumoso; concentrado; ruminação.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License