SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.41 issue3Fiber sources in diets for newly weaned pigletsChemical composition and metabolizable energy values of feedstuffs for broiler chickens author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Zootecnia

On-line version ISSN 1806-9290

Abstract

SANTOS, Ione Iolanda dos et al. Microbiota ileal de frangos de corte submetidos a diferentes dietas. R. Bras. Zootec. [online]. 2012, vol.41, n.3, pp. 643-647. ISSN 1806-9290.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-35982012000300025.

Este estudo foi conduzido para analisar as alterações do perfil microbiano da digesta ileal de frangos de corte alimentados com dietas contendo diferentes níveis de energia e aditivos. Foram preparadas duas dietas: uma à base de milho e farelo de soja com nível de energia padrão e outra de baixa energia com milho e os farelos de soja e trigo. Para cada nível de energia, foram ou não acrescentados o probiótico Enterococcus faecium; as enzimas xilanase, amilase mais β-glucanase; e a combinação do probiótico com as enzimas, resultando em 8 tratamentos. As aves foram distribuídas em delineamento inteiramente ao acaso com arranjo fatorial 2 × 4 e cada tratamento teve 5 repetições de 12 aves. Aos 19 dias, uma ave de cada repetição foi abatida e o conteúdo ileal coletado e armazenado a -24 ºC. Foram feitas as extrações do DNA do microrganismo probiótico e da microbiota ileal utilizando-se o kit QIAamp DNA Stool, conforme as recomendações do fabricante. As amostras extraídas foram amplificadas por PCR. Utilizou-se a técnica de eletroforese em gel com gradiente desnaturante para caracterização do perfil da microbiota ileal e do probiótico utilizado nas dietas. Todos os tratamentos apresentaram padrões de amplicons diferentes, com exceção das enzimas isoladas e em combinação nas dietas com energia padrão. O perfil do microrganismo probiótico esteve ausente em todas as dietas. Os aditivos introduzidos às dietas foram capazes de alterar a microbiota digestiva do lúmem ileal, porém o probiótico utilizado não foi capaz de colonizar o trato ileal dos frangos de corte.

Keywords : DGGE; DNA; enzimas; probiótico; trigo.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese