SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue2Bioavailability of immediate and controlled release formulations of lithium carbonateMunchausen's Syndrome: a case report and literature review author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Journal of Psychiatry

Print version ISSN 1516-4446On-line version ISSN 1809-452X

Abstract

GIUSTI, Jackeline S; SANUDO, Adriana  and  SCIVOLETTO, Sandra. Diferenças no padrão de uso de drogas entre adolescentes do sexo masculino e feminino em tratamento. Rev. Bras. Psiquiatr. [online]. 2002, vol.24, n.2, pp.80-82. ISSN 1516-4446.  https://doi.org/10.1590/S1516-44462002000200008.

INTRODUÇÃO/OBJETIVO: O padrão de uso de substâncias psicoativas (SPA) por adolescentes é pouco estudado. Levantamentos epidemiológicos mostram que a prevalência desse uso não difere com o gênero. O presente estudo teve como objetivo investigar possíveis diferenças do uso de SPA entre adolescentes do sexo masculino e feminino, segundo: proporção relacionada à procura por tratamento pelos dois gêneros; idade de procura de tratamento e de início do uso; SPAs utilizadas; companhia do primeiro uso; padrão de uso; comportamentos possivelmente relacionados (atos ilícitos, envolvimento com a polícia e atraso escolar) MÉTODOS: Análise de prontuários dos adolescentes em tratamento de 1993 a 2000 em um centro público da cidade de São Paulo. RESULTADOS: Foram revisados 105 prontuários, compreendendo adolescentes entre 10 e 17 anos. Não foram encontradas diferenças entre os gêneros segundo as variáveis: idade de início do uso e de procura por tratamento; tipo de drogas utilizadas; prática de ato ilícitos. Apresentaram diferenças segundo o sexo, com maior prevalência entre o sexo masculino, atraso escolar e envolvimento com a polícia. CONCLUSÕES: Os dados sugerem que as conseqüências comportamentais do uso de drogas no sexo feminino são menos evidentes que no masculino. Isto poderia explicar a menor freqüência com que o sexo feminino é levado para tratamento especializado em relação ao masculino.

Keywords : Adolescência; Gênero; Drogas ilícitas; Comportamento.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License