SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número4Associação entre trauma por perda na infância e depressão na vida adulta índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista Brasileira de Psiquiatria

versão impressa ISSN 1516-4446

Resumo

ROMAN, Tatiana; ROHDE, Luis Augusto  e  HUTZ, Mara Helena. Genes de suscetibilidade no transtorno de déficit de atenção e hiperatividade. Rev. Bras. Psiquiatr. [online]. 2002, vol.24, n.4, pp. 196-201. ISSN 1516-4446.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-44462002000400010.

O transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) é um dos transtornos mais comuns da infância e adolescência, afetando entre 3% a 6% das crianças em idade escolar. Essa patologia caracteriza-se por sintomas de desatenção, hiperatividade e impulsividade, apresentando ainda uma alta heterogeneidade clínica. Embora as causas precisas do TDAH não estejam esclarecidas, a influência de fatores genéticos é fortemente sugerida pelos estudos epidemiológicos, cujas evidências impulsionaram um grande número de investigações com genes candidatos. Atualmente, apesar da ênfase dada a este tópico, nenhum gene pode ser considerado necessário ou suficiente ao desenvolvimento do TDAH, e a busca de genes que influenciam este processo ainda é o foco de muitas pesquisas. O objetivo desse artigo é, portanto, sumarizar e discutir os principais resultados das pesquisas com genes candidatos no TDAH.

Palavras-chave : Transtorno da falta de atenção com hiperatividade; Genes; Predisposição genética para doença; Associação.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português