SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 issue2Development and application of the mania rating guide (MRG)Reboxetine in the treatment of bulimia nervosa author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Psiquiatria

Print version ISSN 1516-4446

Abstract

MANFRO, Gisele Gus et al. Relação entre fobia social na vida adulta e ansiedade na infância. Rev. Bras. Psiquiatr. [online]. 2003, vol.25, n.2, pp. 96-99. ISSN 1516-4446.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-44462003000200009.

OBJETIVO: A meta desse estudo foi avaliar a prevalência de traumas e a presença de transtornos de ansiedade na infância em pacientes adultos com fobia social e investigar sua influência na apresentação do transtorno. MÉTODOS: Vinte e quatro pacientes adultos com fobia social foram questionados sobre a presença de trauma antes dos 16 anos. A presença de transtornos de ansiedade na infância foi avaliada por meio do K-SADS-E e DICA-P. RESULTADOS: Doze (50%) pacientes relataram história de trauma antes dos 16 anos. A presença de trauma não influenciou a apresentação do transtorno de ansiedade social. Três quartos dos pacientes apresentavam história de transtorno de ansiedade na infância. Pacientes com história de dois ou mais transtornos de ansiedade na infância tinham uma prevalência aumentada de depressão maior na vida (10 vs. 3; p=0.04) e de história familiar de doença psiquiátrica (13 vs. 6; p=0.02). CONCLUSÃO: Transtorno de ansiedade na infância está associado com história familiar de doenças psiquiátricas. A presença de mais de um diagnóstico de transtorno de ansiedade na infância pode ser considerada um fator de risco para o desenvolvimento de depressão em pacientes adultos com fobia social.

Keywords : Fobia social; Ansiedade na infância; Trauma; Comorbidade; Depressão.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English