SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 número3Estudo epidemiológico dos sintomas do transtorno do déficit de atenção/hiperatividade e transtornos de comportamento em escolares da rede pública de Florianópolis usando a EDAH índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Psychiatry

versão impressa ISSN 1516-4446versão On-line ISSN 1809-452X

Resumo

GAZALLE, Fernando Kratz; HALLAL, Pedro Curi  e  LIMA, Maurício Silva de. Depressão na população idosa: os médicos estão investigando?. Rev. Bras. Psiquiatr. [online]. 2004, vol.26, n.3, pp.145-149. ISSN 1809-452X.  https://doi.org/10.1590/S1516-44462004000300003.

OBJETIVO: Verificar se os médicos em geral estão investigando a depressão em idosos. MÉTODOS: Delineamento transversal, de base populacional, incluindo indivíduos com 60 anos ou mais, residentes na zona urbana da cidade de Pelotas (RS). A amostragem foi realizada em múltiplos estágios, tomando como referência os setores censitários do IBGE. RESULTADOS: Foram entrevistados 583 sujeitos (perdas e recusas: 4,7%). Observou-se que 76,6% dos idosos afirmaram que na última consulta o médico não perguntou se eles sentiam-se tristes ou deprimidos. A investigação de depressão foi significativamente maior em indivíduos do sexo feminino e que apresentaram maior média de sintomas depressivos. Entre as mulheres, a prevalência de investigação na última consulta médica foi de 28,7%,enquanto entre os homens o percentual foi de 14,8% (RP=1,93; p<0,001). CONCLUSÃO: Depressão nos idosos é pouco investigada em ambientes clínicos. Sugere-se que os médicos sejam alertados e recebam treinamento adequado no monitoramento de depressão neste grupo etário.

Palavras-chave : Epidemiologia; Depressão; Idoso; Estudos transversais; Países em desenvolvimento; Saúde Mental.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons