SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 issue3The cross-cultural adaptation to Portuguese of the Dissociative Experiences Scale for screening and quantifying dissociative phenomenaNeuropathological and neurochemical abnormalities in bipolar disorder author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Journal of Psychiatry

Print version ISSN 1516-4446On-line version ISSN 1809-452X

Abstract

SOLDERA, Meire; DALGALARRONDO, Paulo; CORREA FILHO, Heleno Rodrigues  and  SILVA, Cleide Aparecida M. Uso pesado de álcool por estudantes dos ensinos fundamental e médio de escolas centrais e periféricas de Campinas (SP): prevalência e fatores associados. Rev. Bras. Psiquiatr. [online]. 2004, vol.26, n.3, pp.174-179. ISSN 1516-4446.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-44462004000300007.

O conhecimento de fatores associados ao uso de álcool na adolescência é de grande relevância, pois permite intervenções visando reduzir comportamentos de risco e o possível início de um uso de álcool progressivamente deletério. OBJETIVOS: Determinar a prevalência do uso pesado de álcool e verificar se variáveis sociodemográficas, culturais e psicopatológicas podem estar influenciando este uso por estudantes dos ensinos fundamental e médio de escolas públicas e particulares da cidade de Campinas (SP). MÉTODOS: Trata-se de um estudo transversal com uma técnica de amostragem do tipo intencional. Foi utilizado um questionário anônimo, de autopreenchimento, baseado no questionário do Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (CEBRID). A amostra foi constituída por 2.287 estudantes dos ensinos fundamental e médio de escolas públicas e particulares da cidade de Campinas (SP), no ano de 1998. Considerou-se uso pesado, de acordo com a World Health Organization (WHO) (1981), o uso de álcool em 20 dias ou mais nos 30 dias que antecederam a pesquisa. Para identificar os fatores que influenciam o uso de drogas, utilizou-se a "Análise de Regressão Logística Politômica - Modelo de Logitos Generalizados". RESULTADOS: O uso pesado de álcool foi de 11,9%, tendo sido maior nos estudantes da escola pública central, do período vespertino, que trabalhavam, de nível socioeconômico A e B, que se sentiam pouco apoiados e compreendidos pela família e que apresentavam maior defasagem escolar. CONCLUSÕES: Os dados deste estudo indicam que fatores como disponibilidade de dinheiro, trabalho, situações pessoais e familiares desfavoráveis e mau desempenho escolar estão associados ao uso pesado de álcool em estudantes.

Keywords : Alcoolismo; Estudantes; Estudos transversais; Inquéritos de morbidade.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License