SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 número2Diagnóstico e tratamento dos transtornos depressivos em hospital geral índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Psychiatry

versão impressa ISSN 1516-4446versão On-line ISSN 1809-452X

Resumo

GAZALLE, Fernando Kratz et al. Depressão bipolar: a importância da remissão. Rev. Bras. Psiquiatr. [online]. 2006, vol.28, n.2, pp.93-96. ISSN 1809-452X.  https://doi.org/10.1590/S1516-44462006000200004.

OBJETIVO: O objetivo deste estudo é o de comparar a qualidade de vida entre pacientes com transtorno bipolar que estão atualmente deprimidos, com depressão subsindrômica e com remissão de sintomas, e avaliar se o nível de depressão tem correlação com os escores de qualidade de vida em pacientes com transtorno bipolar. MÉTODO: Sessenta pacientes bipolares tratados ambulatorialmente, diagnosticados pela Entrevista Clínica Estruturada do DSM-IV, que preencheram critérios diagnósticos de transtorno bipolar tipo I, tipo II ou sem outra especificação (TB-SOE), e que não estavam atualmente em um episódio maníaco ou misto foram incluídos. As principais variáveis de interesse foram qualidade de vida, avaliada utilizando-se o instrumento de 26 questões de qualidade de vida da Organização Mundial de Saúde (WHOQOL-BREF) e depressão avaliada utilizando a Escala de 17 itens de Hamilton. RESULTADOS: O teste de tendência linear mostrou uma associação dose-reposta entre o estado de humor atual do paciente e todos os domínios da qualidade de vida. Escores maiores de qualidade de vida foram encontrados entre pacientes com remissão completa dos sintomas, seguidos pelos pacientes com sintomas subsindrômicos. Os pacientes deprimidos apresentaram escores de qualidade de vida mais baixos que os demais, exceto no domínio social. Os quatro domínios da escala WHOQOL tiveram uma correlação negativa com a Escala de 17 itens de Hamilton para avaliação de depressão. CONCLUSÕES: Nossos achados sugerem que a depressão bipolar e os sintomas residuais de depressão estão negativamente correlacionados com qualidade de vida em pacientes com transtorno bipolar.

Palavras-chave : Subsindrômico; Transtorno bipolar; Qualidade de vida; Depressão; Pacientes ambulatoriais.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons