SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 issue4Antidepressant treatment-emergent affective switch in bipolar disorder: a prospective case-control study of outcomeFertility and fecundity of an outpatient sample with schizophrenia author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Psiquiatria

Print version ISSN 1516-4446On-line version ISSN 1809-452X

Abstract

LEITAO-AZEVEDO, Carmen Lúcia et al. Dislipidemia aumentada em pacientes esquizofrênicos ambulatoriais em uso de antipsicóticos de nova geração. Rev. Bras. Psiquiatr. [online]. 2006, vol.28, n.4, pp.301-304.  Epub Nov 14, 2006. ISSN 1516-4446.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-44462006005000016.

OBJETIVO: Antipsicóticos de primeira e de segunda geração estão implicados em alterações metabólicas. Foi elaborado este estudo transversal para verificar se os antipsicóticos de segunda geração estavam associados a maiores níveis de glicose e lipídeos, independente de idade e sexo, em pacientes atendidos no Programa de Esquizofrenia e Demência do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. MÉTODO: Foram obtidos colesterol e frações, glicose e triglicerídeos séricos, e medidas antropométricas em 124 pacientes esquizofrênicos, encaminhados consecutivamente, diagnosticados pelo DSM-IV e CID-10 pelo sistema Operational Criteria Checklist for Psychotic Disorders, e em uso do mesmo antipsicótico por, no mínimo, nove semanas. RESULTADOS: A maioria dos pacientes apresentou IMC elevado (76,6%) e dislipidemia (84,7%). Os usuários de clozapina apresentaram níveis de colesterol-HDL mais baixos que os de antipsicóticos de primeira geração. O índice de massa corporal elevado (p = 0,033; OR = 3,3; IC95% = 1,1-9,8) e antipsicóticos de segunda geração (p = 0,021; OR = 3,5; IC95% = 1,1-11,2) mostraram efeito significante, ajustado para idade e sexo, na regressão logística para dislipidemia, e efeito significativo de idade para hiperglicemia (p = 0,030; OR = 1,1; IC95% = 1,0-1,1). DISCUSSÃO: Houve associação estatisticamente significante entre o uso de antipsicóticos de segunda geração e dislipidemia. Isto levanta a questão da vulnerabilidade aumentada dos usuários de antipsicóticos de segunda geração, independente de idade, e a necessidade do tratamento adequado de sobrepeso e dislipidemia em esquizofrenia para reduzir o risco de diabete e doenças cardiovasculares.

Keywords : Esquizofrenia; Lipídeos; Dislipidemias; Obesidade; Agentes antipsicóticos.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License