SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 suppl.2Antipsicóticos, anticonvulsivantes, antiadrenérgicos e outras drogas: o que fazer quando o transtorno do estresse pós-traumático não responde aos inibidores seletivos da recaptação da serotonina?Terapias somáticas para transtornos psiquiátricos resistentes ao tratamento índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista Brasileira de Psiquiatria

versão impressa ISSN 1516-4446

Resumo

FERRAO, Ygor Arzeno et al. Resistência e refratariedade no transtorno obsessivo-compulsivo. Rev. Bras. Psiquiatr. [online]. 2007, vol.29, suppl.2, pp. S66-S76.  Epub 22-Ago-2007. ISSN 1516-4446.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-44462006005000059.

OBJETIVO E MÉTODO: Apesar de existirem terapêuticas eficazes para o tratamento do transtorno obsessivo-compulsivo, uma parcela significativa dos pacientes acometidos por tal condição não alcança ou não mantém a remissão dos sintomas mesmo com tratamento adequado. O alívio do sofrimento destes pacientes com os tratamentos existentes representa um desafio para o clínico, que, nestas situações, se vê, freqüentemente, sem respostas satisfatórias. O objetivo desta revisão da literatura é avaliar os conceitos e critérios de resistência e refratariedade ao tratamento, abordar os aspectos intrínsecos e extrínsecos à fenomenologia descritiva do transtorno obsessivo-compulsivo que possam influenciar a resposta aos tratamentos convencionais preconizados, e propor um fluxo de alternativas terapêuticas para casos resistentes e refratários às diversas abordagens. CONCLUSÃO: A literatura evidencia que tanto aspectos intrínsecos à fenomenologia do transtorno obsessivo-compulsivo, quanto aspectos extrínsecos podem colaborar para que pelo menos 30% dos pacientes não obtenham o resultado desejado. Várias alternativas de tratamento e/ou de potencialização, sejam psicofarmacológicas, biológicas ou psicoterápicas, estão disponíveis, mas vários estudos ainda são necessários para que as evidências apontem na direção mais adequada para a remissão dos sintomas.

Palavras-chave : Transtorno obsessivo-compulsivo; Terapia combinada; Psiquiatria biológica; Psicofarmacologia; Terapia comportamental.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · pdf em Português | Inglês