SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 issue2A review of psychiatric genetics research in the Brazilian populationFacial emotion recognition in bipolar disorder: a critical review author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Psiquiatria

Print version ISSN 1516-4446

Abstract

COELHO, Flávia Gomes de Melo; SANTOS-GALDUROZ, Ruth Ferreira; GOBBI, Sebastião  and  STELLA, Florindo. Atividade física sistematizada e desempenho cognitivo em idosos com demência de Alzheimer: uma revisão sistemática. Rev. Bras. Psiquiatr. [online]. 2009, vol.31, n.2, pp. 163-170. ISSN 1516-4446.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-44462009000200014.

OBJETIVO : Apesar da crescente evidência dos benefícios do exercício físico para a cognição, existem controvérsias a respeito da prática de atividade física sistematizada em pacientes com doença de Alzheimer. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi o de realizar uma revisão sistemática dos estudos que analisaram o efeito da atividade física sistematizada no desempenho cognitivo em idosos com doença de Alzheimer. MÉTODO : Efetuou-se uma pesquisa na PsycINFO, Biological Abstracts, Medline, Web of Science, Physical Education Index e SPORTDiscus, no período de 1990 a 2008, utilizando-se as seguintes palavras-chave: "physical activity", "physical therapy", "exercise", "fitness", "aerobic", "strength", "intervention", "cognition", "cognitive performance", "Alzheimer's disease", "Alzheimer's dementia", "Alzheimer", além de referências cruzadas dos artigos selecionados. RESULTADOS: Foram encontrados oito estudos que preencheram os critérios de inclusão adotados para o presente trabalho. Estes estudos mostraram que a atividade física sistematizada contribuiu para melhorar pelo menos temporariamente as funções cognitivas em paciente com doença de Alzheimer, particularmente, atenção, funções executivas e linguagem. CONCLUSÃO: Não foi possível estabelecer um protocolo de recomendações a respeito do tipo e intensidade da atividade física sistematizada necessária para produzir benefícios no funcionamento cognitivo. No entanto, a prática regular de atividade física sistematizada parece contribuir para a preservação ou mesmo melhora das funções cognitivas em pacientes com doença de Alzheimer.

Keywords : Exercício físico; Cognição; Idoso; Doença de Alzheimer; Revisão.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese