SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número2Associação entre polimorfismos do gene da triptofano hidroxilase 2 e o transtorno obsessivo-compulsivoIneficácia da autorregulamentação das propagandas de bebidas alcoólicas: uma revisão sistemática da literatura internacional índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Psychiatry

versão impressa ISSN 1516-4446

Resumo

SALUM, Giovanni Abrahão et al. Avaliação multidimensional e tratamento da ansiedade em crianças e adolescentes: marco teórico, desenho, métodos e resultados preliminares. Rev. Bras. Psiquiatr. [online]. 2011, vol.33, n.2, pp.181-195. ISSN 1516-4446.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-44462011000200015.

OBJETIVO: o objetivo deste estudo é descrever o desenho, os métodos e as características amostrais da Avaliação Multidimensional e Tratamento da Ansiedade em Crianças e Adolescentes - Projeto PROTAIA. MÉTODO: Escolares entre 10 e 17 anos de todas as escolas pertencentes à área de abrangência da unidade de atenção primária do Hospital de Clínicas de Porto Alegre foram incluídos no projeto. O projeto compreende cinco fases: 1) triagem comunitária; 2) diagnóstico psiquiátrico; 3) avaliação multidimensional, incluindo fatores ambientais, neuropsicológicos, nutricionais e marcadores biológicos; 4) tratamento; e 5) fase translacional. RESULTADOS: Um total de 2.457 sujeitos foram triados para transtornos de ansiedade na comunidade. Dos indivíduos que compareceram à avaliação diagnóstica, 138  foram detectados com ao menos um transtorno de ansiedade (excluindo fobia específica) e 102 indivíduos sem nenhum transtorno de ansiedade. Dentre os casos de ansiedade, o transtorno de ansiedade generalizada (n = 95; 68,8%), transtorno de ansiedade social (n = 57; 41,3%) e o transtorno de ansiedade de separação (n = 49; 35,5%) foram os mais frequentes. CONCLUSÃO: O projeto PROTAIA é um projeto de pesquisa promissor que pode contribuir para o entendimento da relação entre transtornos de ansiedade e fenótipos relacionados à ansiedade com vários fatores de risco, tanto genéticos quanto ambientais.

Palavras-chave : Ansiedade; Transtornos fóbicos; Pânico; Epidemiologia; Comorbidade.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons