SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 suppl.1A review of Latin American studies on binge eating disorder author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Psiquiatria

Print version ISSN 1516-4446

Abstract

BERENZON, Shoshana; ROBLES, Rebeca; REED, Geoffrey M.  and  MEDINA-MORA, María Elena. Questões relacionadas ao gênero no diagnóstico e classificação de transtornos por uso de álcool entre pacientes mexicanos que buscam serviços especializados. Rev. Bras. Psiquiatr. [online]. 2011, vol.33, suppl.1, pp. s109-s116. ISSN 1516-4446.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-44462011000500008.

OBJETIVO: O objetivo do estudo foi examinar o papel do gênero no endosso dos sintomas incluídos tanto na Classificação Internacional de Doenças-10ª Edição quanto no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais-4ª Edição. MÉTODO: Seiscentos pacientes tratados por problemas ligados ao álcool em serviços ambulatórios de saúde no México foram avaliados com o Módulo sobre Abuso de Substâncias da Composite International Diagnostic Interview. RESULTADOS: A análise fatorial confirmatória com a Classificação Internacional de Doenças-10ª Edição e o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais-4ª Edição produziu dois fatores, que incluíram uma combinação de abuso/uso nocivo de álcool e sintomas de dependência, que explicaram 40% e 49,2% da variância total, respectivamente. No grupo de pacientes abuso/uso nocivo, os sintomas e as consequências sociais diferiram entre os gêneros: síndrome de abstinência, falta de controle e problemas jurídicos foram mais frequentes nos homens, enquanto as mulheres apresentaram maiores taxas de tentativas de abandonar o álcool e dificuldades para realizar atividades diárias. Fatores específicos de gênero diferenciaram abuso/uso nocivo da dependência, como a perda de controle e o tempo gasto para beber, no caso dos homens, e do desejo de beber entre as mulheres, de acordo com os critérios de dependência do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais-4ª Edição, e presença de sintomas físicos em homens, problemas sociais/família, e desejo e esforço fútil de parar de beber em mulheres, segundo o critério de dependência da Classificação Internacional de Doenças-10ª Edição. CONCLUSÃO: Futuros sistemas de classificação da toxicomania devem levar em conta as diferenças entre os sexos, a fim de ajudar a suprimir a lacuna de tratamento para as mulheres.

Keywords : Identidade de gênero; Alcoolismo; Sinais e sintomas; Transtornos relacionados ao uso de substâncias; Classificação Internacional de Doenças.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese